Empresário investigado na 23ª fase da Lava Jato é preso no Rio

Da Agência Brasil

O empresário Zwi Skornicki foi preso hoje (22) na 23ª fase da Operação Lava Jato, denominada "Acarajé". Ele é representante oficial no Brasil do estaleiro Keppel Fels, de Cingapura, e é acusado de pagamento de propinas em negócios com a Petrobras.

Skornicki foi preso em casa em um condomínio da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva e foi levado para a superintendência da Polícia Federal (PF), na Praça Mauá, na região portuária da cidade.

Hoje, veículos estacionaram no prédio da PF e deles saíram agentes com malotes. Também entrou no prédio da PF uma pessoa não foi identificada e que estava com parte do corpo coberta por um lençol.

A viatura que a transportava também levava um cofre que, pelo movimento dos agentes, parecia bastante pesado. Como as informações da Lava Jato estão concentradas em Curitiba, a Polícia Federal não confirmou  se a prisão desta pessoa tem relação com a operação de hoje.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos