Lula tem queda de pressão após discurso no ABC, mas passa bem

Luís Adorno

Do UOL, em São Bernardo do Campo (SP)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve um mal-estar após discursar por 55 minutos em um carro de som o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo (Grande São Paulo), no início da tarde deste sábado (7).

Ao fim de seu discurso, Lula foi erguido e levado por uma multidão até a entrada principal do sindicato. Após entrar no prédio, o ex-presidente relatou que teve uma ligeira queda de pressão. Médicos de prontidão foram acionados, mas, antes mesmo de atendê-lo, o petista dizia já ter melhorado. Militantes disseram que o problema ocorreu "pela emoção".

Lula afirmou que vai se entregar e cumprir o mandado de prisão expedido contra ele pelo juiz Sérgio Moro. "Vou atender o mandado deles. E vou atender porque eu quero fazer a transferência de responsabilidade. Eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece por minha causa", disse o petista.

O ex-presidente, no entanto, deve almoçar antes de se entregar.  "Ele [Lula] vai almoçar antes. Ainda não tem nada decidido [sobre como ele vai se entregar], mas não vamos levar ele a lugar nenhum. Eles vão ter que vir aqui", disse a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann ao UOL.

A senadora e aliados políticos estão no segundo andar do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ao lado de Lula.

Lula ataca Moro e diz que vai se entregar à PF

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos