PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Eduardo Bolsonaro e Moro criticam Lula na capa da Time; petistas comemoram

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é capa da revista norte-americana Time nesta semana - Reprodução
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é capa da revista norte-americana Time nesta semana Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

04/05/2022 13h06

O deputado federal e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PL-SP), e o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro (União Brasil) criticaram a entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à revista norte-americana Time. Para Eduardo, a revista "perdeu a credibilidade".

"Como fazer a sua revista perder a credibilidade: retrate o maior bandido de um país como a sua esperança", escreveu o deputado no Twitter.

Já Sergio Moro atacou a opinião de Lula sobre Zelensky. "Mal disfarça o seu desprezo por Zelensky e a sua preferência por Putin e por regimes autoritários. Esta é a via democrática?", questionou o ex-juiz.

O tema também foi alvo do PSDB. O perfil oficial do partido publicou um posicionamento no qual afirma que o fato de Lula "se apresentar como o candidato do resgate da democracia brasileira é uma fraude." "Sobre Bolsonaro já sabemos, mas a verdade é que Lula sempre concordou com políticas ditatoriais", completa o texto.

O pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, João Doria, também se manifestou e criticou o petista. Segundo ele, a fala isolava o Brasil das posições mais razoáveis do ocidente.

Por outro lado, deputados e senadores petistas comemoraram a capa. Os parlamentares apoiadores do ex-presidente exaltaram sua trajetória e falas como "nunca desisti".

O senador Humberto Costa (PT-PE) usou um ditado para comparar a capa de Lula com a versão falsa que foi feita de Jair Bolsonaro (PL) quando ele foi eleito por votação popular como "Personalidade do Ano": "Quem é de verdade sabe quem é de mentira", escreveu.

A publicação também teve apoio de outros parlamentares de esquerda, como Marília Arraes (Solidariedade-PE), que deixou o PT recentemente para disputar o governo do estado, mas segue como fiel apoiadora de Lula.

Veja mais manifestações de políticos sobre a entrevista de Lula

Política