Conteúdo publicado há 5 meses
OpiniãoPolítica

Josias: Ministro mais atacado, Haddad fecha ano como o mais produtivo

Ao longo do ano, Fernando Haddad enfrentou críticas do próprio PT, mas chega à última reunião ministerial de 2023 como o ministro mais produtivo do governo Lula, afirmou o colunista Josias de Souza durante o UOL News desta quarta (20).

O grande paradoxo desse encontro é que Fernando Haddad, o ministro mais cutucado e atacado internamente, inclusive pelo chefe da Casa Civil [Rui Costa], chega ao final do primeiro ano como o auxiliar do Lula mais produtivo. Aprovou boa parte de sua agenda no Congresso, elevou a nota de risco do Brasi e chega com resultados para mostrar.

O próprio presidente fustigou Haddad durante o ano ao dizer que a meta fiscal não era algo importante. Haddad é o ministro que chega mais bem posto a esta reunião, embora ainda esteja longe do ideal. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias destacou resultados positivos apresentados pelo Brasil, com o país como a 9ª maior economia do mundo em 2023, segundo projeção do FMI, como um mérito da gestão de Haddad à frente do Ministério da Fazenda.

O colunista também vê como positiva a autocrítica de Lula ao reconhecer falhas ao longo do primeiro ano de seu terceiro mandato.

O fato de o presidente ter dito que enxerga defeitos no governo é uma observação promissora. A reunião seria inútil se prestasse apenas ao autoelogio. Uma reunião como essa só faz sentido se o balanço for sincero e se de fato o governo se dedicar a enxergar aquilo que não deu certo. (...) Deve-se torcer para que Lula enxergue adequadamente os defeitos do governo dele. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias: Lula repete 'Dino comunista', mas cenário não é para brincadeira

Na última reunião ministerial do ano, Lula brincou e disse esperar que Flávio Dino seja "um comunista do bem" no STF (Supremo Tribunal Federal). Para o colunista Josias de Souza, porém, o cenário não é para piadas, como mostram os resultados das últimas pesquisas de avaliação do governo do petista.

Continua após a publicidade

Essa realidade impõe ao governo um desafio que, até aqui, não se mostrou capaz de enfrentar. Essa pesquisa comprova o que outras já analisaram. Diante desse cenário, o governo não se pode dar ao luxo de errar. Não dá para o presidente repetir hoje aquela lorota do 'Dino comunista'. Não dá para brincar. O cenário não é para brincadeira. Josias de Souza, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Veja a íntegra do programa:

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes