Topo

Venezuela oferece ajuda para diminuir "dolorosa tragédia" na Amazônia

Líder venezuelano, Nicolás Maduro - Federico Parra/AFP
Líder venezuelano, Nicolás Maduro Imagem: Federico Parra/AFP

Em Caracas

22/08/2019 20h01

O governo do presidente Nicolás Maduro na Venezuela manifestou hoje preocupação com os incêndios na Amazônia, que vêm fazendo estragos tanto no Brasil quanto na Bolívia, e ofereceu ajuda aos dois países para conter o fogo.

"A Venezuela expressa a sua profunda preocupação com os gigantescos e terríveis incêndios que devastam a região da Amazônia em território de vários países da América do Sul, com gravíssimos impactos sobre a população, os ecossistemas e a diversidade biológica da área", pronunciou-se o Ministério do Poder Popular para Relações Exteriores da Venezuela em comunicado.

No texto, a Chancelaria venezuelana expressou solidariedade de maneira especial às comunidades indígenas e camponesas no Brasil, na Bolívia, no Paraguai, no Equador e no Peru, países que dividem a Amazônia com a Venezuela. Além disso, pediu consciência aos atores econômicos e institucionais dessas nações.

"Considerando a irmandade sul-americana e como integrante da comunidade amazônica, a Venezuela oferece sua modesta ajuda que possa servir para suavizar esta dolorosa tragédia, com caráter imediato", escreveu o Ministério, que pediu cuidado com a Amazônia.

"Nós, povos da América do Sul, estamos unidos por este prodígio natural que deve ser defendido, protegido e desenvolvido por seus próprios habitantes através de políticas que protejam sua fragilidade ambiental e seu valor como patrimônio natural da humanidade", afirmou a Chancelaria no documento.

Meio Ambiente