Post não mostra como resgatar 'Valores a receber', mas leva a página falsa

Uma publicação no Facebook não ensina a resgatar dinheiro do serviço "Valores a Receber" do Banco Central, mas leva a um site fraudulento, que simula uma página do governo.

O que diz o post

Um vídeo é compartilhado junto com um link. Na filmagem, um homem diz que é necessário "consultar o site do Banco Central que deixei abaixo" e falar com um suporte do governo.

O vídeo então mostra uma página chamada "Consulta Brasil", que é falsa, com uma URL que não corresponde ao site oficial do Banco Central.

A publicação é compartilhada com a seguinte legenda: "Notícia: Até o fim desse mês este valor está disponível para mais de 8 milhões de pessoas! Consulte gratuitamente o valor disponível para você por tempo limitado".

O usuário é levado a clicar em "Saiba Mais", que leva para um site que não tem ligação com o governo. Nele, uma atendente virtual diz que "O governo deu início a um plano de retirada de valores retidos batizado pelo presidente como "Resgate da Prosperidade". E, em seguida, é pedido o CPF e para que seja confirmado dados pessoais.

Logo após, é informado o suposto valor disponível para o CPF. Porém, é explicado que, para ter acesso ao valor, é necessário o pagamento de taxas no valor de R$ 67,90. Por último, o usuário é levado para outro site para acertar o pagamento.

Por que é falso

A consulta de "Valores a Receber" é feita exclusivamente no site do Banco Central neste link. Não existe aplicativo, nem número de WhatsApp para este serviço. A única forma de acessá-lo é pelo site do Banco Central.

O serviço é gratuito. Desconfie de qualquer comunicação, mesmo que se passe por um canal do governo, que solicitar alguma taxa de pagamento para esta consulta.

Continua após a publicidade

Governo federal não tem benefício chamado "Consulta Brasil", como mostrou UOL Confere em setembro (veja aqui).

Não existe o programa 'resgate da prosperidade', segundo a Secretaria de Comunicação do Governo Federal como mostrou checagem em novembro (veja aqui)

Golpes de valores a receber

Sites simulam páginas de órgãos públicos ou do governo para roubar dados pessoais. Não clique em links recebidos por email, SMS, WhatsApp ou Telegram com essa finalidade.

O UOL Confere já checou um site falso que se passava pelo Banco Central (leia a checagem aqui), e também um aplicativo falso (veja a checagem aqui).

O Banco Central reforça que não envia links nem entra em contato com ninguém para tratar sobre valores a receber ou confirmar dados pessoais, e que todos os serviços do Valores a Receber são gratuitos. Confira as orientações do BC sobre golpes aqui.

UOL Confere

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes