Topo

Podcast

Baixo Clero


#18: Menção a Bolsonaro acirra radicalização e expõe falha do caso Marielle

Do UOL, em São Paulo e Brasília

01/11/2019 04h00

Na 18ª edição do Baixo Clero, podcast semanal de política do UOL, os jornalistas Josias de Souza, Tales Faria e Leonardo Sakamoto conversam sobre o impacto político da citação do nome do presidente Jair Bolsonaro (PSL) nas investigações dos assassinatos da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e seu motorista, Anderson Gomes, em março de 2018.

Após a revelação do caso pelo Jornal Nacional, houve reações por parte do clã Bolsonaro e também entre aliados e opositores do presidente. Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho mais novo e líder do PSL na Câmara, falou em "novo AI-5", marco do período mais duro da ditadura militar brasileira.

Também participa do programa Flávio Costa, repórter do UOL, que explica os bastidores do caso Marielle e os próximos passos das investigações. Flávio é autor de reportagens exclusivas sobre o caso, como a revelação de que o ex-deputado estadual fluminense Domingos Brazão arquitetou o crime, segundo a PGR (Procuradoria-Geral da República).

Tudo isso em meio a áudios do Queiroz, viagens, leões e hienas. Não deixe de ouvir!

Entrada do condomínio onde o presidente Bolsonaro e um acusado de matar Marielle têm casa no Rio de Janeiro - Sergio Moraes/Reuters
Entrada do condomínio onde o presidente Bolsonaro e um acusado de matar Marielle têm casa no Rio de Janeiro
Imagem: Sergio Moraes/Reuters

Entenda o caso

O porteiro que citou Bolsonaro trabalhava no condomínio Vivendas da Barra, onde o presidente e um dos acusados de assassinar Marielle têm casa no Rio, afirmou que o presidente autorizou a entrada no residencial de um dos acusados de matar Marielle e Anderson Gomes no dia do crime.

Bolsonaro respondeu com veemência, atacando inimigos políticos e a imprensa, enquanto o Ministério Público do Rio de Janeiro afirma ter provado que a versão está equivocada.

De acordo com Josias de Souza, o principal agora é entender como o nome do presidente foi parar no depoimento do porteiro. "Precisamos explicar como esse porteiro caiu do céu", disse. Sakamoto, por sua vez, apontou para as falhas da apuração das autoridades. "A investigação parece um queijo suíço", afirmou. Fávio Costa disse acreditar que as "autoridades estão batendo cabeça".

Como reação, a família Bolsonaro aposta na radicalização do ambiente político e aumenta o tom do discurso, segundo um consenso dos blogueiros. "Eles estão preparados para algum tipo de enfrentamento. Alguma coisa estranha está acontecendo", declarou Tales.

Onde mais ouvir

Você pode ouvir o Baixo Clero em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O podcast está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Castbox e no Google Podcasts.

Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do "Baixo Clero", é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Baixo Clero