PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Senador pede que Estado indenize família de morto por policiais em R$ 1 mi

Senador Humberto Costa (PT-PE) - Pedro França/Agência Senado
Senador Humberto Costa (PT-PE) Imagem: Pedro França/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo

27/05/2022 16h34

O senador Humberto Costa (PT-PE), presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado, protocolou um PL (Projeto de Lei) para que a família do homem morto por asfixia após uma abordagem da PRF (Polícia Rodoviária Federal) seja indenizada em R$ 1 milhão. Também pede o pagamento de pensão à viúva e filho de Genivaldo de Jesus Santos.

"Este projeto, é o mínimo que podemos fazer para dar uma resposta imediata a essa barbárie. Não podemos nos silenciar diante de tamanha brutalidade que chocou o Brasil e o mundo", disse o senador.

Ontem, Humberto Costa acionou a Polícia Civil de Sergipe, a PF (Polícia Federal) e a Procuradoria da República daquele estado, bem como a própria PRF, para pedir informações sobre a investigação do caso.

O homem negro, de 38 anos, foi abordado em uma blitz na rodovia BR-101, enquanto pilotava uma motocicleta, no município de Umbaúba, litoral sul de Sergipe. Segundo o laudo do IML (Instituto Médico Legal) a causa da morte de Genivaldo foi "insuficiência [respiratória] aguda secundária a asfixia".

Homem em câmara de gás da PRF em Sergipe - Reprodução - Reprodução
Vídeos da abordagem e detalhes do boletim de ocorrência mostram que os policiais usaram o que pareciam ser bombas de gás lacrimogêneo para conter Genivaldo
Imagem: Reprodução

Vídeos do momento mostram que os policiais usaram o que parece ser bombas de gás lacrimogêneo para conter o homem. Em nota, a PRF disse que "técnicas de menor agressividade" teriam sido aplicadas para dominar o homem, destoando do conteúdo gravado por testemunhas durante o incidente.

Política