OpiniãoPolítica

Sakamoto: General Cid transformou Apex em agência de promoção do extremismo

Ao usar a estrutura da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) para ir a um acampamento golpista, como o UOL revelou com exclusividade, o general Mauro Lourena Cid fez da agência um órgão promotor do golpismo e do extremismo, afirmou o colunista Leonardo Sakamoto no UOL News desta terça (2).

Dá para dizermos que o general Cid transformou a Apex em uma agência de promoção do extremismo ao bancar sua própria viagem e a de assessores para apoiar o golpismo, que teve em seu filho Mauro Cid um dos principais expoentes.

O general Cid, que era respeitado nas Forças Armadas, também teve papel fundamental [no golpismo]. A Polícia Federal tenta descobrir se as joias sauditas acabaram financiando direta ou indiretamente os esforços golpistas de Jair Bolsonaro. Além de diretor da Apex, o general Cid também era intermediário da venda de ouro e tentou vender o material surrupiado em Miami.

Tudo isso está conectado, com um filho golpista e ele mesmo tentando arrecadar dinheiro para o golpismo. Agora o vemos utilizar a estrutura de uma agência pública, que deveria promover as exportações, comércio e economia do Brasil, para promover o golpismo e o extremismo.

Isso mostra como Bolsonaro transformou agências fundamentais para o crescimento e desenvolvimento econômico em locais de foco e articulação do golpismo. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Para Sakamoto, o uso da Apex pelo general Cid mostra que outros órgãos públicos podem ter servido para fins semelhantes, e por isso há a necessidade de uma investigação mais profunda.

Isso acende um alerta importante, não apenas a respeito do golpismo da família Cid e à necessidade de punição ao general Cid. É importante pegar essa informação e checar outras agências e órgãos nos quais estavam pessoas de confiança do bolsonarismo. Vimos que todo lugar onde havia um bolsonarista de confiança ajudou no golpismo.

Vimos uma série de instituições ajudando no golpismo, inclusive a Polícia Rodoviária Federal e as Forças Armadas. É fundamental a polícia investigar outras instituições para tentar entender quão fundo o golpismo de Jair se incrustou na República. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Continua após a publicidade

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes