PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Letalidade do novo coronavírus chega a 14,8% entre idosos, mostram dados

Nathan Lopes

Do UOL*, em São Paulo

13/03/2020 16h31Atualizada em 13/03/2020 18h05

A proporção de mortes por casos de covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, é maior entre a população com mais de 70 anos de idade, segundo dados do Centro para a Prevenção e Combate a Doenças da China, país de origem do vírus e com mais casos registrados até agora (mais de 80 mil).

Dados compilados pelo órgão até 11 de fevereiro apontam que 14,8% dos casos do novo coronavírus com chineses com mais de 80 anos resultaram em morte. Já 8% dos casos da covid-19 envolvendo a população na faixa dos 70 anos acabaram em falecimento.

Por outro lado, até os 49 anos de idade, o índice de letalidade do novo coronavírus na China chegou, no máximo, a 0,4%.

Ao falar na Comissão Geral da Câmara dos Deputados na última quarta-feira (11), o ministro brasileiro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou a atenção necessária ao público idoso. "O maior grupo de risco é formado pelos idosos e doentes crônicos. Este é o grupo que queremos superproteger."

No Brasil, ainda não houve mortes em razão da epidemia. De acordo com números divulgados hoje pelo Ministério da Saúde, a maioria dos casos (49%) é de pessoas abaixo de 40 anos, enquanto os acima de 60 anos representam 15% das pessoas infectadas. A média geral é de 41 anos.

No mesmo evento na Câmara, o ministro alertou, no entanto, que os números são "enganosos". "A maioria [dos casos confirmados] veio de viagens de fora. São pessoas de poder aquisitivo elevado e com faixa etária mais baixa. É o pessoal que viaja. Acima de 69 são os que menos viajam", explicou.

Já as doenças crônicas também devem ser objeto de cuidado pela vulnerabilidade que confere ao portador. De acordo com o Ministério da Saúde, entre os pacientes de doenças crônicas que precisam de maior atenção estão aqueles com diabetes, hipertensão, doenças renais, cardíacas e respiratórias, por exemplo.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o número de mortes por covid-19 no mundo passou de 5.000 no mundo. A organização não informa dados por faixa etária.

(Com Agência Brasil)

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Coronavírus