PUBLICIDADE
Topo

Reino Unido diz que meio milhão de pessoas já pediram assistência ao governo

19.mar.2020 - Prateleiras vazias em um supermercado em Londres - FACUNDO ARRIZABALAGA/EFE
19.mar.2020 - Prateleiras vazias em um supermercado em Londres Imagem: FACUNDO ARRIZABALAGA/EFE

William Schomberg

Londres

25/03/2020 12h01

Quase meio milhão de pessoas do Reino Unido já pediram assistência ao governo nos últimos nove dias, um sinal de como a interdição de grande parte da economia para desacelerar a disseminação do novo coronavírus está abalando a renda das pessoas.

Peter Schofield, principal autoridade civil do Departamento de Trabalho e Pensões, disse a parlamentares que 477 mil pedidos de benefícios de Crédito Universal foram registrados desde a segunda-feira da semana passada.

Therese Coffey, ministra britânica do Trabalho e das Pensões, disse que não está claro quantas das pessoas que fizeram os pedidos são autônomas, categoria para a qual o governo ainda tem que anunciar medidas de apoio salarial semelhantes àquelas das pessoas empregadas.

"Quero assegurar às pessoas que a ajuda, ainda que atualmente não esteja no nível de ajuda que gostariam, está aqui para auxiliá-las através da rede de segurança do Estado de bem-estar social", disse Coffey.

O porta-voz do Departamento de Trabalho e Pensões não estava disponível de imediato para fornecer maiores detalhes sobre as cifras.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Internacional