PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Baixo Clero

A jornalista Carla Bigatto conduz com analistas um papo sobre temas que dominam a pauta política.


Baixo Clero #30: Política de estímulo de Guedes é como zagueiro no ataque

Do UOL, em São Paulo

03/04/2020 04h00

No quarto episódio da nova temporada de Baixo Clero, o podcast de política do UOL, os jornalistas Carla Bigatto, Diogo Schelp e Maria Carolina Trevisan analisam as medidas do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em meio à pandemia do novo coronavírus e avaliam a Renda Básica Emergencial, que foi aprovada pelo Congresso, mas parou na burocracia do próprio governo.

Depois de uma aprovação rápida tanto na Câmara Federal quanto no Senado, o governo demonstrou dificuldades para lidar com a forma em que será executado o auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa durante a crise. O atraso para colocar o programa em prática poderia ter a ver com o próprio perfil do ministro da Economia, Paulo Guedes.

"O que me parece é que, por mais que tenha caído a ficha de Guedes de que o plano de ajuste fiscal para a economia dele não ia mais poder ser implantado e tal, ele não está numa posição confortável de fazer uma política keynesiana, de estímulo à economia", afirma Schelp (disponível no vídeo acima a partir de 13:47).

"Porque o Guedes no comando de uma política de estímulo é como ter um zagueiro jogando no ataque. Ele até sabe que precisa chutar no gol, mas ele não faz isso com muita desenvoltura. É que nem o Felipão, lembra o Felipão, que era zagueirão? Imagina ele no ataque. Ele não vai driblar. Então é mais ou menos isso. E, na verdade, esse atraso todo, eles disseram que era uma questão de burocracia, mas é uma burocracia à qual o próprio Executivo está se prendendo", completa o jornalista.

Com o Supremo Tribunal Federal (STF) já tendo autorizado o governo a descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo não precisaria de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), como alegaram o presidente Bolsonaro e o próprio Guedes quando justificaram o atraso. Maria Carolina Trevisan ficou surpresa pelo desconhecimento a respeito do Cadastro Único.

"Eu fiquei um pouco chocada assim com a falta de conhecimento do ministro Paulo Guedes em relação, por exemplo, ao Cadastro Único, que é o meio mais eficaz e mais rápido de conseguir chegar a Renda Básica Emergencial às pessoas que precisam e precisa ser logo. E aí ele falou sobre fontes e não conseguiu explicar, eu fico um pouco chocada com essa falta de didática, parece que falta conhecimento do funcionamento da máquina toda na cabeça dele", afirma Trevisan (no vídeo a partir de 10:33).

O episódio do Baixo Clero também aborda a mudança de tom do presidente Jair Bolsonaro em seus pronunciamentos a respeito do novo coronavírus, a falta de sintonia com os ministros, além da trégua entre o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tem ainda o quadro Frigideira, com os analistas apontando os principais destaques negativos da política na semana.

Baixo Clero está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcasts, no Castbox, no Deezer e em outros distribuidores. Você também pode ouvir o programa no YouTube. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.