Submarino nuclear britânico se une à busca do avião desaparecido

O Ministério da Defesa do Reino Unido anunciou nesta terça-feira (1º) que o submarino nuclear "HMS Tireless" chegou às águas do oceano Índico para colaborar na busca do avião de Malaysia Airlines que desapareceu em 8 de março com 239 pessoas a bordo.

O submarino fará parte da busca das caixas-pretas do Boeing 777 que desapareceram junto com o voo MH370, que decolou de Kuala Lumpur com destino a Pequim.

O "HMS Tireless" se somará à fragata "HMS Echo", a outra embarcação que o Reino Unido disponibilizou para os trabalhos de busca em uma ampla zona do Índico, cerca de 1.850 quilômetros a oeste de Perth (Austrália).

O submarino, ativo desde 1984, conta com uma tripulação de 148 pessoas, que se "coordenará de perto" com as embarcações australianas e americanas na região, segundo explicou um porta-voz do Ministério da Defesa à emissora "BBC".

O "HMS Tireless" recebeu a ordem de se dirigir rumo às águas do Índico há uma semana e chegou ontem à zona.

O comandante australiano da busca, Angus Houston, afirmou hoje que a operação para encontrar os restos do avião malaio poderia durar "muito tempo". 

"Não necessariamente é algo que se resolva nas próximas duas semanas", disse em entrevista coletiva em Perth o primeiro comandante do Centro de Coordenação de Agências Conjuntas.

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos