Governadora do RN tem pior avaliação entre os Estados, diz pesquisa CNI/Ibope

Bruna Borges

Do UOL, em São Paulo

  • Sergio Lima/Folhapress

    A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), tem a pior avaliação na pesquisa feita pelo Ibope por encomenda da CNI

    A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), tem a pior avaliação na pesquisa feita pelo Ibope por encomenda da CNI

A atuação do governo do Rio Grande do Norte, comandado por Rosalba Ciarlini Rosado (DEM), teve a pior avaliação entre os 26 Estados e o Distrito Federal, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira (13).

Dos entrevistados, 7% consideram o governo de Rosalba ótimo ou bom. A governadora teve o afastamento do cargo decretado pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do RN na terça-feira (10), sob a acusação de abuso de poder econômico e político na campanha eleitoral de 2012. Na quinta, Rosalba conseguiu uma liminar concedida por ministra do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e poderá permanecer no cargo.

Aprovação entre os governos estaduais

  • Arte UOL
Na pesquisa sobre governos estaduais, o segundo pior avaliado é o governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), com 9%. Sérgio Cabral (PMDB), governador do Rio de Janeiro, tem 18% e é o terceiro com a pior avaliação, empatado com o governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB). O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), com 22%, e o Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), com 23%, ocupam a quarta e a quinta colocações, respectivamente. 
 
Cabral teve a pior avaliação (12%) entre os 11 Estados na pesquisa do CNI/Ibope divulgada em 25 de julho. O levantamento também analisou o impacto das manifestações sobre a avaliação de governadores.
 
Rosalba e Agnelo também têm a pior colocação na avaliação da maneira de governar, com 13% e 16%, respectivamente. Capiberibe tem 26% e é o terceiro entre os mais mal avaliados.
 

Também apresentam os piores índices de confiança na pesquisa Rosalba, Agnelo e Capiberibe, com 11%, 13% e 25%, respectivamente. 

Topo da lista

O governador do Amazonas, Omar Aziz (PSD), é o mais bem avaliado na pesquisa, com 74% de aprovação. Em segundo lugar, vem o presidenciável Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco, com 58%. O terceiro mais bem avaliado é o governador do Acre, Tião Viana (PT), com 55%. 

Os governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), estão empatados na quarta colocação, com 49%.

Aziz também tem a melhor avaliação na maneira de governar, com 84% de aprovação. Campos ocupa o segundo lugar, com 76%, e Viana, a terceira, com 70%.

No índice de confiança, Aziz também tem o melhor número, com 75%. É seguido por Campos e Viana, que estão empatados com 66%.

As informações são de pesquisa realizada pelo Ibope, por encomenda da CNI (Confederação Nacional da Indústria), entre os dias 23 de novembro e 2 de dezembro, com 15.414 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 727 municípios de todo país.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Como não há periodicidade de avaliação dos governadores, não é possível estabelecer uma comparação que permita mensurar a queda (ou crescimento) na popularidade deles. 

índice de aprovação ao governo da presidente Dilma Rousseff também foi divulgado nesta sexta-feira. A pesquisa apontou que a aprovação subiu para 43%. No último levantamento, divulgado em setembro, 37% consideraram o governo Dilma ótimo; 39% regular; 22% ruim ou péssimo; e 1% dos entrevistados não souberam ou não responderam à pesquisa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos