Topo

CarnaUOL

São Paulo


Rainha de bateria deixa a Nenê de Vila Matilde e fala em desrespeito

Reprodução/Instagram
Ariellen Domiciano anunciou sua saída do posto de rainha de bateria da Nenê de Vila Matilde Imagem: Reprodução/Instagram

Olívia Dantas

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-01-10T17:39:11

10/01/2019 17h39

Depois de desfilar por cinco anos à frente da bateria da Nenê de Vila Matilde, Ariellen Domiciano anunciou sua saída da escola da zona leste de São Paulo a menos de dois meses do Carnaval. A rainha divulgou um comunicado contundente em suas redes sociais e citou desrespeito e deboche com os componentes mais dedicados da agremiação.

Ariellen justificou a decisão por não concordar com atitudes da escola com relação à bateria, mas sem dar mais detalhes. "Quem trabalha o ano todo é valorizado da mesma forma que quem não compareceu a nenhum ensaio, nenhuma apresentação, nenhuma dinâmica", desabafou.

"O ano todo sem ajudar a agremiação e, mesmo assim, ainda é colocada na frente da bateria, sempre desrespeitando e debochando de quem trabalha duro o ano todo. E isso já se repete há três anos com essa e outras situações que passei e venho passando, suportando a cada ano, e eu sempre comunicando a direção sobre os fatos e sobre essas situações", continuou.

Ariellen, que estava no posto desde 2014, elogiou a comunidade da Vila Matilde e declarou que continuará na torcida pela escola. "Amo a nossa querida Nenê de Vila Matilde, amo a comunidade que é maravilhosa, mas, como essas situações não se resolveram ao longo destes anos e só vêm piorando, prefiro me afastar, mesmo com toda tristeza e dor que estou sentindo, que não é pouca, não!", escreveu.
"Vou estar na torcida por nossa querida Nenê de Vila Matilde e por toda a comunidade para que nossa Águia Guerreira volte ao seu devido lugar", finalizou, referindo-se ao fato de que a tradicional escola desfila, neste ano, no Acesso do Carnaval paulistano.

Procurada pelo UOL, Ariellen preferiu não falar sobre a decisão de se afastar. A diretoria da Nenê divulgou um comunicado dizendo ter sido pega de surpresa pela "precipitação" da rainha. "A agremiação tem todo direito de convidar e prestigiar outras celebridades do samba e por alguns momentos, abrilhantar nosso ensaio." 

E completou: "Recebemos a notícia com muita tristeza, lamentamos profundamente o ocorrido e salientamos que a Nenê de Vila Matilde historicamente sempre primou pelas rainhas de bateria (...). As portas da Nenê de Vila Matilde permanecem abertas para nossa rainha Ariellen Domiciano e, seja qual for a sua decisão, respeitamos e desejamos boa sorte em seus caminhos."

Além da rainha de bateria, a escola sofreu outras baixas recentemente. Mônica Oliveira, coreógrafa da comissão de frente, anunciou sua saída e de toda a equipe da ala também pela internet, em dezembro do ano passado. Vladimir Carvalho, da comissão de Carnaval deixou a agremiação uma semana depois.

Reprodução/Instagram
A sambista usou as redes sociais para anunciar seu afastamento da escola Imagem: Reprodução/Instagram

Mais São Paulo