Topo

CarnaUOL

São Paulo


Após ser rebaixada, Vai-Vai protocola contestação por erros dos jurados

Ricardo Matsukawa/UOL
Componentes desfilam pela Vai-Vai, cujo samba-enredo cantou sobre o quilombo do futuro Imagem: Ricardo Matsukawa/UOL

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-03-08T22:38:10

08/03/2019 22h38

A Vai-Vai, uma das escolas rebaixadas no Carnaval de São Paulo deste ano, anunciou hoje no Instagram que protocolou na Liga SP "uma contestação contendo o material de análise técnica que aponta erros e equívocos nas notas aplicadas pelos jurados" nos quesitos Comissão de Frente e Samba-Enredo.

Segundo a agremiação, o Material Técnico da escola foi entregue dentro do prazo estabelecido. "A comissão técnica que recebeu tal material não sinalizou problemas nos documentos apresentados, o que realmente não justifica a alegação das penalidades apresentadas", analisa a Vai-Vai em comunicado.

"Fica claro o despreparo de alguns jurados, principalmente nos dos quesitos em referência. Eles demonstram dúvidas em suas justificativas", acrescenta.

A Vai-Vai afirma que deveria ser penalizada, seguindo o Manual de Julgamento, em 0,2 (dois décimos) e não 1 (um ponto) no quesito Comissão de Frente. Já em Samba-Enredo, a escola diz que a penalização de 0,2 (dois décimos) também está equivocada, já que ela cumpriu a exigência dos técnicos.

"Desde já a Vai-Vai parabeniza e reconhece como legítimo o título da co-irmã Mancha Verde. Nosso questionamento é único e exclusivo sobre as notas erroneamente deferidas a nossa agremiação", conclui o comunicado divulgado pela diretoria executiva da Vai-Vai.

Uma das escolas mais tradicionais de São Paulo, sendo a detentora do maior número de títulos no Carnaval paulistano, com 15 títulos, a Vai-Vai ficou em último lugar na edição deste, com 268,8 pontos. Esta foi a primeira vez que a Vai-Vai foi rebaixada.

A outra escola que também caiu para o Grupo de Acesso foi a Tucuruvi, que garantiu 269,2 pontos e empatou com a Tom Maior, mas perdeu no critério de desempate. Neguitão, presidente da Vai-Vai, deixou o Anhembi após a apuração sem falar com ninguém.

O lado da Liga

Paulo Sergio Ferreira, o Serginho, presidente da Liga SP, disse ao UOL durante o Desfile das Campeãs hoje que a reclamação será analisada, mas não há dúvidas sobre o resultado.

Serginho lembra que a única vez que a Liga alterou o resultado foi quando a Informação teve problema com a iluminação do Anhembi apagou. "Tudo [sobre as novas regras] é discutido e decidido com os presidentes das escolas. Durante os treinamentos dos jurados, os presidentes podiam acompanhar. Ele [Neguitao] não foi em nenhum. Vamos pegar as imagens, as pastas e mostrar que está tudo conforme as normas."

Nota de esclarecimento Hoje (08/03/2019) após receber e analisar as justificativas referentes às notas do desfile das escolas de samba de São Paulo, o G.R.C.S.E.S. Vai-Vai representado pelo Presidente Darly Silva (Neguitão) protocolou na Liga uma contestação contendo o material de análise técnica que aponta erros e equívocos nas notas aplicadas pelos jurados nos seguintes quesitos: .Comissão de frente .Samba-Enredo Afirmamos que o Material técnico para julgamento dos quesitos (Pasta Completa) foi entregue seguindo o regulamento Oficial, dentro do prazo estabelecido. A comissão técnica que recebeu tal material, não sinalizou problemas nos documentos apresentados, o que realmente não justifica a alegação das penalidades apresentadas. Fica claro o despreparo de alguns jurados, principalmente nos dos quesitos em referência. Eles demonstram dúvidas em suas justificativas. Por fim, analisando os fatos, de acordo com o Manual de julgamento, é correto afirmar que, nossa agremiação deveria ser penalizada em 0,02 (dois décimos) e não 1,0 (um ponto) como consta no quesito Comissão de Frente. Salientamos ainda que, no quesito Samba de Enredo, também fomos penalizados incorretamente, observando a penalização em 0,02 (dois décimos) uma vez que o quesito foi cumprido conforme exigência. Desde já o G.R.C.S.E.S Vai-Vai parabeniza e reconhece como legítimo o título da Co-irmã Mancha Verde. Nosso questionamento é único e exclusivo sobre as notas erroneamente deferidas a nossa agremiação. Att. Diretoria executiva do G.R.C.S.E.S. Vai-Vai

Uma publicação compartilhada por ESCOLA DE SAMBA VAI-VAI (@vaivaioficial) em

Mais São Paulo