Topo

CarnaUOL

São Paulo


Pandeirista de 62 anos faz maratona para desfilar em duas escolas seguidas

Francisco Trugillo correu para desfilar pela Pérola Negra e Império da Casa Verde - Paulo Pacheco / UOL
Francisco Trugillo correu para desfilar pela Pérola Negra e Império da Casa Verde Imagem: Paulo Pacheco / UOL

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

09/03/2019 01h13

O desfile das campeãs do Carnaval de São Paulo se transformou em uma maratona para o pandeirista Francisco Trugillo. Componente da Pérola Negra e da Império de Casa Verde, ele precisou correr para desfilar nas duas escolas.

Como a Pérola Negra foi campeã do Acesso e a Império ficou em quinto lugar no Grupo Especial, uma escola desfilou logo após a outra. O pandeirista dispensou até fantasia para dar conta de entrar duas vezes na avenida.

"Na Pérola, vou até o recuo da bateria, volto e ponho a roupa da Império da Casa Verde. Hoje é festa. A roupa da Pérola está no carro. Falei com o diretor de bateria, tive a liberdade de vir de preto", explica.

Trugillo, que trabalha como chaveiro, desfila no Carnaval há mais de quatro décadas. Aos 62 anos, ele não esperava correr tanto para desfilar em duas escolas seguidas como já fez no passado.

"Já cheguei a desfilar em duas escolas consecutivas. Quando o desfile era na avenida Tiradentes, era mais fácil. Vim correndo, com a língua para fora", afirma.

O pandeirista veterano aprova o resultado da apuração e comemora a festa dupla: "Achei ótimo, fiquei feliz pela Pérola, porque é minha escola de coração. Queria que a Império fosse campeã, mas foi ótimo o quinto lugar. Tenho duas festas para fazer".

São Paulo