PUBLICIDADE
Topo

Tragédia em Brumadinho

Temporal atrapalha buscas por vítimas em Brumadinho

Luciana Quieratti, Marcela Leite e Taís Vilela

Do UOL, em Brumadinho e em São Paulo

30/01/2019 17h55

Um temporal fez os bombeiros suspenderem temporariamente na tarde desta quarta-feira (30) as buscas na região do Córrego do Feijão, onde houve o rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho (MG). Moradores chegaram a registrar queda de granizo na cidade.

Segundo o tenente Flávio Coelho Fagundes, da Defesa Civil de Minas Gerais, a chuva pode atrapalhar o trabalho "porque vai umedecer mais o terreno e tornar mais difícil o acesso dos militares e dos brigadistas até onde as vítimas podem ser resgatadas". 

Em vídeo, a repórter Taís Vilela mostra que o temporal faz com que a lama acumulada das ruas escorra. Segundo o tenente Gertel, por enquanto, o temporal "não deve arrastar grande quantidade lama e sedimentos, apenas se continuar a chover direto". O tenente Flávio Fagundes confirma a informação e afirma que a lama já parou na encosta do rio Paraopeba.

De acordo com a Defesa Civil, as atividades já foram retomadas na área do Córrego do Feijão. O órgão também informou no começo da noite desta quarta-feira que o número de mortes confirmadas subiu, com 57 vítimas já identificadas.

Tragédia em Brumadinho