Topo

Tragédia em Brumadinho


Candidata de 2014 é presa sob suspeita de fingir ser vítima de Brumadinho

Reprodução
Ana Maria Vieira Santiago, 57, candidata nas eleições de 2014 Imagem: Reprodução

Marcellus Madureira

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte*

2019-04-09T20:53:15

09/04/2019 20h53

Candidata a deputada pelo Distrito Federal nas eleições de 2014 pelo MDB, Ana Maria Vieira Santiago, 57, foi presa em flagrante no mês passado acusada de estelionato ao tentar se passar por uma das vítimas de Brumadinho.

O caso foi revelado pela Polícia Civil esta semana.

Ana Maria recebeu R$ 65 mil de doação da Vale, após dizer que tinha um terreno no Parque da Cachoeira, uma das áreas afetadas pelo rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Segundo a Polícia Civil, Ana Maria se apresentava como agropecuária e convenceu moradores da região a testemunharem confirmando a história. Essas pessoas também serão indiciadas por falsidade ideológica.

Assim que a acusada recebeu a doação da Vale, as averiguações iniciaram e constataram que Ana Maria nunca teve terreno em Brumadinho e, na verdade, construiu uma vida em Brasília.

Ela foi presa em flagrante.

A Secretária de Administração Prisional (SEAP) confirmou que Ana Maria está na penitenciária de Ribeirão das Neves desde 18 de março. Na última semana, o juiz Rodrigo Heleno Chaves despachou concessão de liberdade provisória. Mas, para sair, precisará devolver os R$ 65 mil que recebeu da Vale e pagar as despesas com hotéis pagas pela empresa.

Ana Maria não é mais filiada ao MDB, segundo a Justiça Eleitoral, e recebeu apenas 223 votos nas eleições de 2014.

*Colaborou Marcela Leite, do UOL, em São Paulo

Mais Tragédia em Brumadinho