PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Geração P

Os impactos do coronavírus na sociedade, economia e cultura.


Geração P #14: Desinformação na pandemia; como boato sobre 5G ajudou a espalhar vírus

Mais Geração P
1 | 20
Siga o UOL no

Do UOL, em São Paulo

17/06/2020 04h01

Geração P, o podcast do UOL que traz os impactos da pandemia na sociedade, trata nesta quarta-feira (17) do perigo da desinformação, ou má informação, em tempos de pandemia. E dos impactos agora fatais causados por quem produz, espalha e consome notícias fraudulentas —estudo divulgado pela Unesco mostra que as fontes eram questionáveis em 40% dos posts sobre covid-19 publicados em redes sociais (num total de 112 milhões de posts, escritos em 64 línguas).

Jamil Chade, colunista do UOL baseado em Genebra, e Ruth Manus, escritora e advogada que mora em Lisboa, são os apresentadores que discutem vários aspectos dessa questão. Ouça o programa completo no arquivo acima.

Chade cita o impacto, na prática, de uma teoria da conspiração espalhada no início da pandemia, indicando que a tecnologia 5G era responsável por espalhar o coronavírus (ouça a partir de 14:27).

"O resultado disso foi que as pessoas, em várias cidades europeias, com medo do 5G nas suas casas [...] decidiram que iriam passar mais tempo nas ruas. Essas pessoas que passaram mais tempo na rua, lamentavelmente uma parte delas morreu, uma outra parte ficou contaminada e eventualmente passou para mais alguém [a doença]. Então, olha só: a desinformação que, de uma forma superclara, é criminosa. [Isso] vai exigir do mundopós-pandemia uma resposta coerente, uma política, uma estratégia, porque obviamente o mundo não estava preparado para as redes sociais."

Manus reforça a gravidade da situação (a partir de 16:51). "Sempre que a gente envolveu esse tema [desinformação], a gente estava falando sobre questões muito importantes do ponto de vista político. Mas agora a gente está falando de vida ou morte. Isso não é nenhum exagero. [...] A desinformação está sendo mortal. E quando eu digo mortal, estou falando no sentido literal da palavra. As pessoas estão morrendo em virtude da falta de informação séria e fiável, e as pessoas estão morrendo em virtude de manobras políticas criminosas que levam muita gente a tratar uma pandemia, que é letal, de uma forma leviana."

Ela continua, dizendo (a partir de 18:25) que as pessoas em quarentena precisam entender que, enquanto houver essa propagação de conteúdo falso, a quarenta não terá data de fim. "Não tem como acabar enquanto houver tanta desinformação e tanta má informação circulando."

Geração P

A letra "P", do nome do podcast, refere-se à pandemia, às perspectivas e, especialmente, às projeções de como serão nossas vidas daqui para frente. Assista abaixo ao vídeo de lançamento do podcast.

Às segundas e quartas, o programa tem apresentação de Jamil Chade e Ruth Manus. Eles trazem bate-papos, análises e reflexões sobre os novos caminhos que se formam a partir da Covid-19, além de entrevistas. Aos sábados, o podcast volta seu olhar a mulheres no Brasil que estão na linha de frente contra o coronavírus. A jornalista Giuliana Bergamo conta essas histórias, que fazem parte de uma série de reportagens especiais de Universa, a plataforma feminina do UOL.

Se quiser saber mais sobre como será a civilização pós-pandemia, a plataforma Ecoa, também do UOL, traz a visão de diversos especialistas na série O Mundo Pós-Covid-19. Eles desenham possíveis cenários para o que vem depois e falam sobre como as escolhas de agora podem contribuir para a construção de um futuro mais desejável.

Você pode ouvir o podcasdt Geração P no UOL, no Youtube e em distribuidores de podcasts, como Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e Deezer. Com este lançamento, o UOL soma 14 podcasts: você pode conferir todos os programas em uol.com.br/podcasts.