Topo

CarnaUOL

São Paulo


Com Juju Salimeni como rainha, X-9 Paulistana homenageia Arlindo Cruz

Ricardo Matsukawa/UOL
Sambista Arlindo Cruz antes do desfile pela X9 Paulistana Imagem: Ricardo Matsukawa/UOL

Do UOL, em São Paulo

2019-03-02T05:14:42

02/03/2019 05h14

A X-9 Paulistana desfilou no Grupo Especial do Carnaval na madrugada de hoje para homenagear os 60 anos do sambista Arlindo Cruz com o enredo "O Show Tem Que Continuar".

Com a ilustre presença do cantor, que ainda se recupera de um AVC (acidente vascular cerebral) sofrido há dois anos, a escola lembrou da importância de Arlindo para o samba e o Carnaval.

O cargo de rainha de bateria ficou por conta da modelo Juju Salimeni, que desfilou com uma fantasia minúscula na avenida.

Arlindo Cruz

O sambista teve sua história contada no Anhembi, passando desde o seu começo no samba e suas origens religiosas para a consagração na música. Arlindo apareceu no último carro da X-9 ao lado da esposa, filha e neta. Vestido com uma camisa branca e sentado em uma cadeira de rodas, o cantor usou uma bandeira da carioca Império Serrano (escola do coração do cantor) no colo e ainda segurou um machadinho de Xangô nas mãos. 

Aparição surpresa

A família de Arlindo tinha confirmado que ele não aparecia no Carnaval, por isso a surpresa foi grande quando o sambista foi visto no Anhembi. Arlindinho contou que ele mesmo ficou sabendo que o pai viria para São Paulo algumas horas antes do início do desfile.

"Eu só tive certeza 22h30 de ontem, porque minha mãe não abriu o jogo, ela armou tudo. A gente perguntava se ele queria desfilar, e ele fazia sinal de positivo. Quando chegou no hotel, eu falei para ele, 'Pô, pai, mas você é sinistro'", contou o filho, aos risos.

A esposa do homenageado completou. "É Deus. O dia que a minha dor for maior que a minha fé é porque chegou ao fim. E a minha fé é maior do que a dor que estamos passando há dois anos. Fiz um acordo com Deus e ele permitiu".

Veja os melhores momentos dos desfiles do 1º dia em SP

UOL Entretenimento

Juju, a rainha

O dia foi de Arlindo, mas Juju Salimeni também arrasou na avenida. A modelo apareceu com um dos figurinos mais minimalistas do primeiro dia de desfiles, apenas com um tapa-sexo e partes da fantasia.

 "A escola me deixou bem livre para criar, quis fazer a fantasia toda vermelha, como se fosse o fogo da bateria. É minha melhor fantasia, muito leve", contou Juju, que ainda revelou que comeu três lanches do McDonald's antes de cair na folia.

No sambódromo, a modelo roubou os olhares ao sambar durante a passagem da X-9 e conquistou os espectadores cantando o tempo todo o samba-enredo da escola.

Confira a letra do samba:

"Meu lugar é cercado de luta e suor, esperança num mundo melhor! O show tem que continuar"

Samba de arerê pra você voltar

Zona Norte é Madureira Ando louco de saudade

Olha o povo pedindo bis Ainda é tempo pra viver feliz Samba de arerê pra você voltar

Zona Norte é Madureira Ando louco de saudade

Olha o povo pedindo bis Ainda é tempo pra viver feliz

Não subestime um filho de Xangô A recompor a vida O alujá ecoa forte no rum E o ylê de Ogum, convida

O ídolo parceiro, companheiro, irmão Símbolo maior do samba em minha geração

Gênio, pai herói no clarão da Lua cheia, candeia Nos versos que ele semeou Gira bailarina, seu eterno amor

A porta bandeira, frutos na tamarineira Lalaia laia laia Com o banjo no peito Sambista perfeito, o mestre imortal

Lalaia laia laia O samba agradece Floresce no fundo nosso quintal

Lalaia laia laia Com o banjo no peito Sambista perfeito, o mestre imortal

Lalaia laia laia O samba agradece Floresce no fundo nosso quintal

Aos olhos graciosos de Oxalá Serinha marejou o seu olhar Que brilha na coroa imperial

Um lume imponente e divinal Da lança de São Jorge protetor

A esperança de um quixote sonhador

É voz dos humildes por um pedaço de chão

Voz dos humildes por um pedaço de pão

Favela de gente sofrida Mas que valoriza a própria raiz

Aquela, que sente na pele, as chagas da vida, a dor do pais X-9 a cantar, conduz até seu lugar a luz

Pra continuar, o show de Arlindo Cruz

Qual foi a melhor escola da primeira noite de desfiles em São Paulo?

Resultado parcial

Total de 7194 votos
7,55%
Ricardo Matsukawa/UOL
7,21%
Ricardo Matsukawa/UOL
58,95%
Ricardo Matsukawa/UOL
3,20%
Simon Plestenjak/UOL
7,41%
Simon Plestenjak/UOL
5,48%
Ricardo Matsukawa/UOL
10,20%
Ricardo Matsukawa/UOL
Total de 7194 votos

Valide seu voto

Mais São Paulo