Topo

Tragédia em Brumadinho


Afastamento de diretoria da Vale está em estudo em grupo de crise do governo, diz Mourão

Lisandra Paraguassu e Maria Carolina Marcello

Da Reuters

28/01/2019 13h45Atualizada em 28/01/2019 16h13

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira (28) que o afastamento da diretoria da Vale está em estudo pelo grupo de crise do governo formado após o rompimento de barragem em Brumadinho (MG) na sexta-feira (25).

"Essa questão da diretoria da Vale está sendo estudada pelo grupo de crise. Vamos aguardar quais são as linhas de ação que eles estão levantando", disse Mourão a jornalistas.

O rompimento da barragem em Brumadinho já contabiliza 60 mortos e ainda há ainda quase 300 desaparecidos.

Em entrevista à Folha, o advogado da Vale, Sergio Bermudes, afirmou que a empresa "não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade" no caso de Brumadinho e declarou que os diretores atuais não vão renunciar. "A renúncia não ajudaria a companhia, perturbaria a continuidade das medidas que ela, do modo mais louvável, está tomando", disse o defensor.

* Com UOL

Mais Tragédia em Brumadinho