Topo

Tragédia em Brumadinho


Bombeiros planejam homenagem com pétalas de rosas a vítimas de Brumadinho

Do UOL, em São Paulo

01/02/2019 08h49

Passados sete dias do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG), bombeiros farão um sobrevoo especial na área da tragédia. Desta vez não para buscar corpos, mas para prestar homenagem às vítimas. Entre as 12h30 e as 13h, aeronaves do Corpo de Bombeiros lançarão pétalas de rosas sobre o local do rompimento, passando por onde funcionava o refeitório dos funcionários da Vale, seguindo pelos demais pontos onde a lama se espalhou, causando mortes e destruição. 

O porta-voz dos bombeiros, tenente Pedro Aihara, disse que a ação foi motivada por pedidos feitos pela população à corporação. O último balanço do Corpo de Bombeiros contabiliza 110 mortes, 238 desaparecidos e 108 desabrigados.

"Muitas pessoas têm nos procurado perguntando como elas podem expressar sentimento de respeito e solidariedade em relação às vítimas de Brumadinho", diz em vídeo divulgado nas redes sociais. 

Ele pede que quem deseja prestar homenagem às vítimas leve rosas até as 11h30 no Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, que fica na rua Líder, número 84, em Belo Horizonte, ao lado do aeroporto da Pampulha.

"Nós receberemos com muito carinho a sua contribuição e a sua manifestação de respeito", disse.

As buscas por vítimas do desastre continuam nesta sexta-feira pelo oitavo dia. Trabalham no local militares do Corpo de Bombeiros, inclusive de outros estados, das Forças Armadas, Defesa Civil, Polícia Civil e Política Militar.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, mais de 360 militares atuam na área com apoio de 15 aeronaves e 21 cães farejadores. Há ainda 66 voluntários, que atuam entre área seca e a inundada. Esses voluntários são pessoas com qualificação técnica.

Cães ajudam nas buscas em Brumadinho

AFP

Mais Tragédia em Brumadinho