PUBLICIDADE
Topo

Corpo de Chávez será levado para museu militar na madrugada de sexta-feira (15)

Do UOL, em São Paulo

11/03/2013 04h22

O corpo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, vai ser transferido da Academia Militar, onde tem sido velado desde a última quarta-feira (6), para o Museu Histórico Militar, em Caracas, na próxima sexta-feira (15). A informação foi divulgada pelo presidente interino, Nicolás Maduro, neste domingo (10), segundo o jornal venezuelano "Últimas Notícias".

Os restos mortais de Chávez devem ser transportados até o Quartel da Montanha, na zona oeste do tradicional bairro popular 23 de Janeiro, nas primeiras horas da sexta-feira. "A família do presidente decidiu que a transferência do corpo seja feita na manhã de sexta", informou Maduro.

"Quem quiser ver o 'Comandante' Chávez pode fazê-lo até a noite da quinta-feira (14)", informou o presidente interino. Depois disso, o corpo dele será levado para o Museu Histórico Militar. Maduro havia anunciado na semana passada que os restos mortais de Chávez seriam embalsamados e depositados em uma urna de cristal, a exemplo do que foi feito com os corpos de outros dois líderes: o soviético Vladimir Lênin e o comunista chinês Mao TseTung.

Chávez dirigiu no Quartel da Montanha, como tenente-coronel, o fracassado golpe de Estado de 4 de fevereiro de 1992, quando tentou derrubar o então presidente, Carlos Andrés Pérez.

De acordo com o jornal "Últimas Notícias", Maduro afirmou que o escritório principal de Chávez vai ser preservado "como ele o deixou no dia 9 de dezembro". "Todos os espaços de trabalho e da vida do presidente Chávez no Palácio Miraflores serão conservados para os que quiserem vê-los", declarou.

Sepultamento junto de Simón Bolívar

Em um momento posterior, o caixão com o corpo de Chávez deverá ser transferido para o Panteão Nacional, onde se encontra o mausoléu do libertador Simón Bolívar, depois que for aprovada nas próximas semanas uma emenda constitucional, também anunciou neste domingo Nicolás Maduro.

"Chávez ao Panteão junto de Simón", disse Maduro. Esse foi o slogan que levou a Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) a pedir a emenda constitucional que deve ser aprovada na próxima terça-feira (12) pela Assembleia Nacional, com maioria governista.

O Panteão Nacional é onde, além de Bolívar, estão sepultados outros heróis nacionais e consiste em uma edificação centenária em que foi construído no final de 2010 o chamado Mausoléu a Bolívar.

A Constituição da Venezuela reserva a honra de que sejam sepultados no Panteão "venezuelanos e venezuelanas ilustres que tenham prestado serviços eminentes à República, depois de serem transcorridos 25 anos de seu falecimento", e ordena que a decisão seja adotada pela Assembleia Nacional.

Morte

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, morreu aos 58 anos na última terça-feira (5), vítima de um câncer na região pélvica, com o qual convivia há um ano e meio.

Desde que sua enfermidade foi diagnosticada, em junho de 2011, Chávez passava longos períodos em Cuba, onde tratava a doença.

O anúncio oficial da morte de Chávez foi feito por volta das 17h25 no horário local (18h55 no horário de Brasília) pelo então vice-presidente venezuelano Nicolás Maduro. No mesmo pronunciamento, Maduro confirmou que Chávez morreu às 16h25 (17h55h no horário de Brasília). (Com agências internacionais)

Internacional