Topo

Vazamentos da Lava Jato


Entrevista de Glenn Greenwald no Roda Viva repercute na web; veja reações

11.jul.2019 - Glenn Greenwald, jornalista e fundador do site The Intercept - Marcos Oliveira/Agência Senado
11.jul.2019 - Glenn Greenwald, jornalista e fundador do site The Intercept Imagem: Marcos Oliveira/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo

03/09/2019 09h28

A participação do jornalista e advogado Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, no programa Roda Viva, da TV Cultura, repercutiu nas redes sociais.

Durante mais de uma hora, Greenwald, que é sócio e cofundador do site que deu início à série de reportagens baseadas nos diálogos vazados de procuradores da Lava Jato e do ex-juiz Sergio Moro, respondeu às perguntas de jornalistas sobre o material e negou ter pagado pelo conteúdo.

Glenn foi questionado se iria interromper as reportagens se a polícia vier a descobrir que o hacker recebeu dinheiro para obter e divulgar as mensagens e disse que não.

Em seguida, o jornalista foi então perguntado se não seria o mesmo que substituir jornalistas por hackers, ao que Greenwald respondeu que "jornalistas não têm o direito de quebrar a lei" e que, caso isso aconteça, devem ser presos. "Ser jornalista não significa ter direito de participar de crimes."

Gleen fala o que faria se descobrisse que hacker recebeu dinheiro

UOL Notícias

O questionamento provocou reações nas redes sociais. "To esperando o meme da Bela Gil propondo que você poderia substituir jornalistas por hackers kkkkkkk", escreveu um internauta.

"É serio?", questionou outro sobre a pergunta feita ao entrevistado.

Veja outras reações à entrevista:

Vazamentos da Lava Jato