Topo

EUA analisam autenticidade de vídeo sobre execução de voluntário e soldados

16/11/2014 12h41

Washington, 16 nov (EFE).- Os serviços de inteligência dos Estados Unidos estão trabalhando para verificar a autenticidade do vídeo divulgado neste domingo pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) que mostra a decapitação de um voluntário americano e soldados sírios, disse à Agência Efe uma porta-voz do Conselho de Segurança Nacional (NCS).

"Estamos a par de um vídeo que alega mostrar o assassinato do cidadão americano Peter Kassig pelo EI", afirmou Bernadette Meehan, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

"A comunidade de inteligência está trabalhando o mais rápido possível para determinar sua autenticidade".

A porta-voz disse que, se o vídeo for verdadeiro, o governo dos Estados Unidos lamentará "pelo brutal assassinato de um voluntário americano inocente e expressará o mais profundo pesar a sua família e amigos".

O Estado Islâmico informou ter executado Kassig em um vídeo divulgado neste domingo na internet no qual também é mostrada a decapitação de um grupo de soldados sírios.

No final da gravação, de 15 minutos, um extremista do EI aponta para uma cabeça ensanguentada colocada a seus pés e declara que era a de Kassig.

O americano fundou a organização "Special Emergency Respond and Assistance", após servir ao exército de seu país no Iraque.

Mais Notícias