PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Assalto a vereador no Rio termina em confronto com a PM e um suspeito morto

Durante o cerco da PM, suspeitos bateram o carro em um poste - Agência O Globo
Durante o cerco da PM, suspeitos bateram o carro em um poste Imagem: Agência O Globo

Do UOL, em São Paulo

21/04/2018 12h03

Um suspeito morreu, três foram presos e um menor foi apreendido após assalto a um vereador do Rio de Janeiro, na noite de sexta-feira (20), em Botafogo, na zona sul. O parlamentar Daniel Martins (PDT-RJ) contou que dirigia pelo bairro quando o veículo da frente parou e os homens saíram armados. Seus dois filhos estavam no carro e presenciaram a ação. 

"O carro é blindado, mas não pensei em reagir, pela segurança dos meus filhos e pela minha vida", declarou Martins. 

Os homens levaram o carro e o celular do vereador. A Polícia Militar informou que usou o serviço de rastreamento do aparelho para localizar os suspeitos. Eles foram cercados e houve troca de tiros.

Durante o confronto, um dos suspeitos foi baleado e morreu no local. De acordo com a Polícia Militar, dentre os quatro detidos, um homem e o adolescente já tem passagem pela polícia por crimes como tráfico de drogas, roubo e receptação. 

A PM informou que apreendeu quatro revólveres, munição, nove celulares, chaves de outros carros e dois relógios. O caso foi encaminhado para o 5º Distrito Policial.

Após o crime, o vereador criticou a violência no Rio e disse que ainda não se veem muitos resultados da intervenção federal no estado. "Não foi crime político. Infelizmente, foi a insegurança que a gente está vivendo. A intervenção veio para ajudar, mas ainda não temos visto muita ação, muita eficácia", disse.

Mais violência

No mesmo dia, uma pessoa foi ferida por bandidos que tentaram assaltar uma lanchonete no mesmo bairro, o Botafogo. 

 A PM informou ainda que, na madrugada deste sábado (21), foi chamada para verificar um veículo abandonado, um táxi, com marcas de sangue em seu exterior, em Copacabana, na zona sul. Ao abrirem a mala, os policiais encontraram um corpo, o do taxista dono do carro. O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios. 

(Com agências de notícias)

Cotidiano