PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Egito anuncia acordo para cessar-fogo de longo prazo entre Israel e Hamas

Do UOL, em São Paulo

26/08/2014 11h35Atualizada em 26/08/2014 14h02

Um acordo para um cessar-fogo foi alcançado para acabar com 50 dias de guerra entre palestinos e israelenses na faixa de Gaza, anunciou nesta terça-feira o Egito, que vinha mediando as negociações. 

O cessar-fogo começa às 19h (13h no horário de Brasília) desta terça. 

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, confirmou que Israel e as milícias palestinas chegaram a um acordo de cessar-fogo. Em entrevista a jornalistas em Ramallah, na Cisjordânia, Abbas afirmou que a Autoridade Nacional Palestina (ANP) apoia a proposta egípcia para o fim das hostilidades que, segundo o jornal israelense "Haaretz", também foi aceita por Israel.

De acordo com Abbas, o objetivo é dar uma resposta imediata às necessidades da população civil em Gaza. O acordo prevê flexibilizar o bloqueio à região para permitir a entrada de ajuda humanitária e material para sua reconstrução.

Antes do anúncio oficial egípcio, o porta-voz do movimento islâmico Hamas havia dito que um acordo havia sido alcançado.

"Foi alcançado um acordo entre as duas partes, e nós estamos aguardando o anúncio do Cairo para determinar a hora zero da implementação", disse o porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri.

Mapa Israel, Cisjordânia e Gaza - Arte/UOL - Arte/UOL
Mapa mostra localização de Israel, Cisjordânia e Gaza
Imagem: Arte/UOL

O conflito entre Israel e os grupos armados palestinos na faixa de Gaza, que iniciou em 8 de julho, fez mais de 2.130 mortos do lado palestino e 68 entre os israelenses.

As negociações para uma trégua, conduzidas até o momento no Cairo sob a égide do serviço secreto egípcio, haviam fracassado até então.

Musa Abu Marzuq, número dois do Hamas no exílio, que participava nas negociações no Cairo, afirmou que o acordo, que "encarna a resistência de nosso povo", constitui uma "vitória para a resistência".

Internacional