Topo

Alemanha alcança número de 1 milhão de refugiados antes do final do ano

Boris Roessler/dpa via AP,
Imagem: Boris Roessler/dpa via AP,

Em Berlim

08/12/2015 15h53

A Alemanha já registrou a entrada de um milhão de solicitantes de asilo este ano, segundo o número divulgado nesta terça-feira (8) pela ministra de Assuntos Sociais do Estado federado da Baviera, Emilia Müller.

A funcionária bávara anunciou este número apenas um dia depois que o ministro alemão de Interior, Thomas de Maizière, informou que até o final de novembro 965 mil pessoas tinham entrado no país como refugiados, quase quatro vezes mais que no conjunto do ano passado.

Segundo o registro nacional EASY, que contabiliza os que chegam ao país com a intenção de solicitar asilo, em novembro foram inscritas 206 mil pessoas, um recorde que superou o máximo de 181 mil alcançado em outubro.

O número de um milhão de refugiados foi alcançado hoje ao meio-dia, segundo detalha o jornal "Bild".

As autoridades germânicas já advertiram que o registro EASY não é preciso, pois perante a sobrecarga de trabalho pode haver estrangeiros que já estejam no país e que não tenham sido registrados e sempre podem ocorrer duplicidades.

Apesar dos reforços de pessoal, a BAMF (Agência Federal para a Migração e os Refugiados) segue transbordada pelas centenas de milhares de solicitações apresentadas e tem acumulados 355.914 expedientes sem resolver.

Entre janeiro e novembro foram registrados oficialmente perante esse escritório 425.035 pedidos de asilo --entre eles mais de 136 mil de cidadãos sírios--, o que mostra que muitas pessoas ainda se encontram à espera de poder apresentar formalmente sua solicitação.

Os expedientes resolvidos este ano chegam a 240.058, mais do dobro do que em todo o ano passado, e, deles, 44,4% de seus solicitantes conseguiram proteção como refugiados ou asilados.

Mais Internacional