Topo

CarnaUOL

Salvador


Polícia registra o 1º caso de importunação sexual no Carnaval de Salvador

Foliões no Carnaval de Salvador - Jefferson Peixoto/Secom e Valter Pontes/Secom
Foliões no Carnaval de Salvador Imagem: Jefferson Peixoto/Secom e Valter Pontes/Secom

Alexandre Santos

Colaboração para o UOL, em Salvador

03/03/2019 18h26

A Polícia Civil da Bahia registrou, na madrugada de hoje, o primeiro caso de importunação sexual durante o Carnaval.

Segundo investigadores, um homem identificado como Jailson Magalhães Ribeiro é acusado de ter apalpado as nádegas de uma mulher que curtia a festa no bairro da Barra.

Após a agressão, a vítima buscou auxílio de policiais militares.

Jailton então foi conduzido até um posto da Deam (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher) instalado próximo ao circuito.

Acompanhada por duas testemunhas, a mulher relatou que o homem agiu sem o consentimento dela.

Em depoimento, o homem confessou o ato e acabou sendo autuado em flagrante por importunação sexual. Ele, contudo, passaria por audiência de custódia. 

É a primeira vez que a folia momesca ocorre sob a vigência da Lei 13.718/2018, que tipifica como crime atos de importunação sexual.

A pena prevista varia de um a cinco anos de prisão.

Aprovado em agosto do ano passado pelo Senado Federal, o texto acerca do dispositivo foi sancionado em setembro pelo então presidente Michel Temer.

Mais Salvador