PUBLICIDADE
Topo

Salvador

Criadores da guitarra baiana e do trio elétrico, Dodô e Osmar são lembrados

Dodô (à esquerda) e Osmar, inventores do trio elétrico do Carnaval de Salvador - Mario Luiz Thompson/Folhapress
Dodô (à esquerda) e Osmar, inventores do trio elétrico do Carnaval de Salvador Imagem: Mario Luiz Thompson/Folhapress

Alexandre Santos

Colaboração para o UOL, em Salvador

21/02/2019 19h23

Imortalizados pela criação do trio elétrico e da guitarra baiana, os saudosos Dodô e Osmar ganharão neste domingo (24) uma justa homenagem durante o desfile do Furdunço, evento que antecede o Carnaval de Salvador. 

Composto por quatro integrantes, todos netos de Dodô, o projeto DNADodô Primos Elétricos desfilará pela primeira vez no circuito Orlando Tapajós (Ondina-Barra) sob a proposta de manter o legado artístico-cultural dos dois velhos amigos.

A ideia é resgatar, por meio de uma identidade própria, a verve inventiva e musical da dupla. Não à toa, os músicos irão às ruas num minitrio armado sobre a carroceria de uma fobica customizada (protótipo do que viria a ser o trio dos dias atuais).

O grupo é formado por Marcelo Nascimento (vocal), Zuzu Nascimento (bateria), Carlinhos de Dodô (percussão digital), Márcio de Oliveira (guitarra baiana) e Daniel Argôlo (contrabaixo). 

"Queremos levar um som de qualidade para os foliões e valorizar as manifestações culturais, inovar e prestar eterna homenagem a quem deixou um legado de alegria, música e criatividade. Paralelamente, queremos reafirmar publicamente o respeito a Dodô e Osmar e a gratidão pelo que eles significam na carreira de cada um de nós", pontua Carlinhos de Dodô, idealizador da banda.

No repertório, há espaço para frevo, marchinhas, além de hits antigos e atuais que exaltam a memória dos parceiros em canções como "Dodô no Céu, Osmar na Terra", "Frevo do Trio Elétrico", "Viva Dodô e Osmar", "Vida Boa" e "Chame Gente", uma espécie de hino da folia.

Entre as composições inéditas, tocarão a especial "Dodô Com Vida", escrita por ocasião do centenário de Dodô, a ser celebrado em dezembro de 2020.

Em meio a essa diversidade sonora, o DNADodô Primos Elétricos ainda terá como convidados instrumentistas do projeto Jazz na Avenida. "Imagine a guitarra baiana com violino, baixo acústico, percussão e bateria?", empolga-se Carlinhos de Dodô. 

'Frevocha' é a aposta para a folia

Aposta do grupo para o Carnaval, a letra de "Frevocha" é definida como um manual para se dar bem na paquera. Concebida numa pegada de "frevocha" -uma insuspeita mistura de frevo com arrocha-, a música tem seu ponto alto no momento que antecede o refrão, quando há uma repentina mudança de ritmo.

"A música começa e vai naquele embalo todo do frevo. Quando chega o refrão, a banda dá aquela crescida e, de repente, entra o arrocha. Essa é aquela hora que a pessoa dá uma esfriada e entra no clima mais romântico", detalha Carlinhos.

Confira a letra de "Carnaval Paz e Amor":

Eu te vi passar na minha frente 
Corri pra te acompanhar 
E agora que estou na sua cola 
Vou me apaixonar
No Carnaval de Salvador 
Tem muito amor, ôôô
Tem alto astral e arerê, iêiê

Não vai sobrar nada de você 
Quando Carnaval passar 
Quando o dia amanhecer
 

Salvador