PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Drag queens fazem desfile para "fechar" o Centro de SP

Patricia Larsen

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/03/2019 20h07

Um bloco que se inscreveu para receber 100 pessoas, há quatro anos, contou hoje com a animação de 250 mil foliões. "No primeiro ano já fomos surpreendidos com 14 mil participantes. Agora, está muito maior que imaginávamos", disse Mama Darling, organizadora e fundadora do bloco.

Mama Darling nunca imaginou que centenas de pessoas seguiriam o bloco com o lema: "rexisto, logo existo". "Após as eleições, era isso o que precisamos desfilar", contou Mama.

E é bem assim que os foliões se sentiram. "Um bloco LGBT precisava mostrar todo o seu brilho e resistência na rua", observou Lakana Botafogo.

Sua amiga Machine Starlight concordou. "Logo após a eleição, fiquei com medo de sair na rua por ser quem eu sou. Hoje ando mais tranquila, mas a resistência é necessária", disse.

Os amigos Gabriel Malvezzi, administrador, e Reynaldo Jsterz, estudante de medicina, lindos e coloridos, puxaram os caminhões do bloco. "Já passei o carnaval no Rio de Janeiro, mas este é o segundo ano que passo em São Paulo. Para mim, aqui é o melhor carnaval do Brasil, pois abraça as minorias", falou Jsterz. 

O produtor da festa Batekoo, Artur Santoro, ressaltou que a folia na capital paulista ganha proporções cada vez maiores. "Neste carnaval ainda faço bate e volta no carnaval do Rio de Janeiro, mas a festa paulistana está se tornando a maior do Brasil", observou.

Animação com respeito

Os integrantes dos dois caminhões que compunham o desfile pararam a festa, na Avenida São Luís, e puxaram uma salva de palmas com os foliões para homenagear uma turma animada que dançava em uma sacada do condomínio Louvre.

Além dessa parada, também houve outras para pedir, aos participantes, respeito com o espaço público e entre os foliões. "O respeito é a máxima desse bloco", ressaltou Lakana Botafogo.

O desfile, que agitou o Centro de São Paulo da primeira à última música, terminou na frente da Galeria do Rock embaixo de muita chuva. "Foi maravilhoso! Mesmo com muita gente, não vimos brigas, só muita irreverência!", exclamou a drag Maluvitta.

Casal mostra que é possível encontrar o amor da vida no Carnaval

bandrio

CarnaUOL