Com erro de coroação, candidata das Filipinas é eleita Miss Universo 2015

Do UOL, em São Paulo

A candidata das Filipinas, Pia Alonzo Wurtzbach, foi eleita Miss Universo 2015 na noite deste domingo (20). O concurso foi realizado em Las Vegas (EUA). Por um erro do apresentador, primeiro a Miss Colômbia, Ariadna Gutiérrez, foi coroada como a vencedora, mas em seguida a coroa foi retirada dela e colocada na candidata filipina com o anúncio de que tinha ocorrido um erro.

Enquanto a Miss Colômbia ainda acenava para a plateia, o apresentador, Steve Harvey, se aproximou e disse: "Ok, pessoal... eu tenho que pedir desculpas", mas ninguém percebeu o que ele tentava fazer.

O comunicado de que a Miss Colômbia era, na verdade, a segunda colocada, foi feito no alto-falante, para espanto de todos e, principalmente, da candidata filipina.

"Isto é exatamente o que estava no cartão", disse o apresentador, mostrando a ficha com os dados das finalistas. "Eu assumo a responsabilidade por isso, foi meu erro, estava no cartão. A coisa certa, eu posso mostrar para vocês, a vice-campeã é a Colômbia".

A Miss Filipinas teve de improvisar de imediato seu desfile de campeã. Sem conseguir disfarçar a emoção e a surpresa, ela caminhou para a frente do palco com uma das mãos sobre a boca, como se estivesse em choque.

A Miss Universo 2014, a colombiana Paulina Vega, retirou a coroa da cabeça de Ariadna e a colocou em Pia.

Ethan Miller/Getty Images/AFP
A colombiana chegou a ser coroada, mas a verdadeira eleita era a filipina

A terceira colocada foi a candidata dos Estados Unidos, Olivia Jordan. A candidata brasileira, Marthina Brandt, ficou no top 15.
 
O Brasil venceu o concurso em apenas duas ocasiões: em 1963, com Ieda Maria Vargas, e em 1968, com Martha Vasconcellos.
 
Esta é a terceira vez que uma filipina vence o concurso. As outras duas ocasiões foram em 1969 e 1973.
 
Durante a final, as 80 candidatas se apresentaram em trajes típicos, de biquíni e em vestido de gala.
 

Top 5 e entrevista

O top 5 ainda teve França e Austrália. Cada uma das cinco finalistas respondeu a uma pergunta sobre um tema pertinente ao seu país.

A Miss Filipinas respondeu a uma questão sobre se os EUA deveriam ter uma presença militar em seu país. Ela disse que não via problemas com isso.

A Miss França respondeu, em francês, a uma pergunta sobre como os governos deveriam enfrentar o terrorismo. Ela disse que primeiro deve-se saber de onde vem o problema, escutar as pessoas que cometem esses ataques e aprender a viver, ser feliz e "nós, franceses, sermos nós mesmos".

Ethan Miller/Getty Images/AFP
A colombiana Ariadna Gutierrez chegou a ser coroada e receber flores, mas não era a verdadeira eleita

A Miss Austrália respondeu a uma questão sobre a legalização da maconha. Ela disse que o assunto tem pontos positivos e negativos, por exemplo, efeitos terapêuticos, mas o governo deve considerar todas as opções.

A Miss Colômbia respondeu a uma questão sobre o abuso de drogas e como enfrentá-lo. Ela disse que para enfrentar o problema das drogas deve-se incentivar a educação.

A Miss EUA respondeu a uma pergunta sobre o controle de armas em seu país. Ela disse que todos os indivíduos devem ter o direito de se proteger, mas que também devem pensar na segurança do todo, e que o país precisa de leis mais fortes.

Darren Decker/Miss Universo
Brasileira Marthina Brandt desfila de biquíni no Miss Universo 2015

Pela primeira vez, o público pode votar para ajudar a escolher a mais bela do universo. Nas diversas etapas, os internautas eram convidados a dar notas para a sua favorita no site do concurso.

Emoção

Em um momento emocionante da final, a Miss Eslovênia 2015 fez uma participação especial no concurso.

Durante os cerca de 20 dias em que as candidatas ficaram confinadas participando de eventos e ensaios, a candidata desmaiou e ficou com um dos lados do corpo paralisado, sendo proibida pelos médicos de participar da final. Mas a bela apareceu no palco e recebeu um buquê de flores da Miss Universo 2014, a colombiana Paulina Vega.

Miss Mundo

Em um fim de semana recheado de concursos de beleza, a espanhola Mireia Lalaguna Royo foi eleita Miss Mundo 2015, no sábado (19), durante certame realizado em Sanya, na China. A loira deixou para trás outras 113 candidatas.

A segunda colocada foi a Miss Rússia e o terceiro lugar ficou com a Miss Indonésia. O top 5 ainda teve Líbano e Jamaica.

A brasileira Catharina Choi ficou em 12º lugar e foi eleita Rainha das Américas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos