Topo

Premiê britânico demite gato dorminhoco do posto de caçador de ratos

Claire Horton, presidente da Battersea Dogs and Cats Home, em Londres, segura o gato Larry antes dele ser entregue à residência oficial do governo britânico, em fevereiro de 2011 - Carl Court/ AP
Claire Horton, presidente da Battersea Dogs and Cats Home, em Londres, segura o gato Larry antes dele ser entregue à residência oficial do governo britânico, em fevereiro de 2011 Imagem: Carl Court/ AP

UOL Tabloide

20/09/2012 14h29

Já não se fazem mais caçadores de ratos como antigamente... O gato Larry, responsável por eliminar os ratos da residência oficial do primeiro-ministro britânico, Davdid Cameron, foi demitido pelo próprio premiê porque estava dormindo demais em serviço.

"Larry passa os dias sentado com os convidados da casa e testando se os móveis antigos são confortáveis para dormir. Suas responsabilidade diárias incluem resolver o problemas dos ratos na casa", diz uma nota oficila no site do gabinete.

Quem assumirá o posto de 'caçador de ratos' na 10 da Downing Street, em Londres, provavelmente será a  gata Freya.

Mesmo demitido, Larry vai continuar a morar na residência do primeiro-ministro. Ele chegou à casda em 15 de fevereiro de 2011, após ter sido adotado de um abrigo para animais abandonados em Battersea.

Larry deixa o posto um mês depois de ter feito sua primeira vítima. É muita eficiência...

Mais Tabloide