Topo

Marido tranca e esmurra mulher por tripudiar da morte da sogra

Reprodução/Daily Mail
Galpão em jardim de casa é similar ao que uma mulher foi trancada no Reino Unido pelo próprio marido após tripudiar da morte da sogra Imagem: Reprodução/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

2014-03-20T19:13:09

20/03/2014 19h13

No Reino Unido, fazer piada com a sogra pode acabar mal. Pior ainda se for tripudiar da morte dela. 

Um marido irritado trancou a própria mulher no galpão do jardim de casa. Até aí, “normal” --acredite.

O mais --digamos-- curioso no fato relatado pelo jornal britânico “Daily Mail”, foi o motivo do “castigo”: Andrew Salmon, 42, admitiu ter trancado a mulher, Beverley Salmon, 42, no galpão e ainda tê-la atacado com socos e até beliscões nos seios em um acesso de raiva depois que ela tripudiou da morte da sogra.

“Beverly nunca gostou realmente da minha mãe nem de ninguém da minha família e quando ela morreu foi horrível, ela não me deu nenhum tipo de apoio --estava extremamente antipática”, disse Andrew.

Ainda de acordo com o marido, a mulher vivia cantando “Ding Dong, a bruxa está morta” e também teria se recusado a ir ao funeral.

O caso está na Justiça. Segundo o promotor Gail Hawksley, um dia, ao voltar do trabalho, a mulher encontrou a casa trancada, seus pertences do lado de fora e as “boas-vindas” do marido: “Esta é a minha casa agora. Você não vai entrar aqui”. E foi trancada no galpão do jardim.

Quando conseguiu sair e entrar em casa, a mulher foi atacada pelo marido com socos e até ‘beliscões’ nos seios.

Questionado pela Justiça, o homem disse que trancar a mulher no galpão de casa foi uma forma de “irritá-la”.

O casal tem dois filhos e era casado há 20 anos. 

Ao tribunal, Andrew se declarou culpado por ter agredido a mulher. A sentença sai no mês que vem.

Mais Tabloide