Tailandês mantém 4.600 escorpiões em casa

Do UOL Tabloide* Em São Paulo

  • Joel Silva/Folha Imagem - 2.nov.2004

    Imagine este "simpático" bichinho no seu rosto?

Depois de anos servindo escorpiões como petiscos, Suang Puangsri sentiu que era hora de mudar sua atitude. Por isso, resolveu manter mais de 4.600 escorpiões como animais de estimação para expiar os anos que passou cozinhando os aracnídeos e vendendo-os como guloseima.

Escorpiões, insetos e vermes são comumente consumidos na Tailândia.

"Embora estivesse feliz com o dinheiro pela venda dos bichinhos, sofria quando pensava que eles estavam sendo prejudicados por mim. Senti medo de que estivesse cometendo um pecado", confessou Puangsri.

O homem de 38 anos cedeu então o fundo de sua casa para os escorpiões, um cômodo de cerca de 6m por 5m decorado com ramos e pedras.
 

O tailandês inspeciona e alimenta os animais diariamente. Ele já foi picado tantas vezes que acredita ser agora imune ao veneno. Ele também passa pelo menos uma hora por dia meditando no recinto, muitas vezes com escorpiões em sua boca.

"Não tenho medo dos escorpiões, mas não me atrevo a tocá-los", diz a mulher de Puangsri, Lampoon Pimtoom.
 

Suang é tão determinado a expiar os seus "pecados" passados que compra os escorpiões que seriam vendidos para restaurantes. Quando os aracnídeos lotam sua casa, ele e seu filho levam cerca de uma centena de volta para a floresta.

A fixação de Suang por escorpiões é incomum, mas não totalmente inédita. No início deste ano, uma tailandesa foi para o livro dos recordes após passar 33 dias com 5.000 escorpiões vivos.

*Com informações do Metro.co.uk

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos