PUBLICIDADE
Topo

Tabloide

Com fim da saga Harry Potter, corujas também ficam órfãs

A coruja do bruxo Harry Potter, Edwiges,  fez com que muitos fãs da série adotassem a ave como bicho de estimação - Reuters
A coruja do bruxo Harry Potter, Edwiges, fez com que muitos fãs da série adotassem a ave como bicho de estimação Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

20/05/2012 17h08

Com o fim da saga Harry Potter não foram só os fãs do bruxo que ficaram órfãos, mas também suas corujas. Milhares desses animais que foram comprados como animais de estimação estão sendo abandonados no Reino Unido. As informações são do jornal britânico Mirror.

A modinha de ter uma coruja começou logo no início da série em que o bruxo aparece acompanhado por sua mensageira, Edwiges. A partir dai a demanada pelos animais aumentou.

Depois do último filme de Harry Potter, lançado no ano passado, os santuários de aves estão repletos de animais abandonados. Segundo Pam Toothill, de um centro para corujas em Corwen, North Wales, antes dos filmes eles tinham apenas seis animais para cuidar e o número pulou para 100, com o final da série.

Muitos outros animais também foram soltos ilegalmente, o que pode ter resultado em morte e desequilíbrios ecológicos em alguns territórios.

Na opinião de Toothill, os donos resolvem abandonar os animais pois eles são caros de ser mantidos e requerem muitos cuidados do dono. O pássaro vive por 20 anos deve ser alimentado várias vezes durante o dia, além de precisar de um aviário que comporte o animal.

"Corujas precisam de espaço suficiente para bater cinco vezes as asas antes de pousar. Mas tinha uma senhora que mantinha duas dentro do seu armário de cabeceira no quarto”, revela Toothill.

A autora da saga, J.K. Rowling, fez um apelo para que os fãs não mantivessem corujas como animal de estimação: "Se você gosta de coruja, por que não patrocinar um animal em um santuário de pássaros, onde você pode visitar e saber que ela tem uma vida feliz e saudável."

O abandono de animais de estimação não é novo no país. Depois do lançamento do filme "Tartaruga Ninja" no início de 1990, milhares de tartarugas foram adotadas como animal de estimação e depois despejadas em rios, canais e lagos do Reino Unido.

Tabloide