Topo

E a educação foi pelos ares: pesquisadores liberam o pum nos voos de avião

Fabrício Calado

Do UOL, em São Paulo

18/02/2013 15h51

Após anos e anos de esforços, eis um exemplo de estudo científico que pode botar tudo a feder. Um grupo de pesquisadores propõe liberar o pum dos passageiros durante os voos

Segundo os estudiosos, que são gastroenterologistas britânicos e dinamarqueses, é mais saudável soltar o pum do que segurar a bronca. É que em aviões tendemos a enfrentar mais, digamos, turbulências internas, devido à influência da mudança de pressão nos nossos intestinos. 

Reprimir o pum, argumentam os pesquisadores, pode causar dores, indigestões e estresse nas pessoas que os guardam para si. As mesmas pessoas que o Editor do UOL Tabloide considera educadas.

Apesar de tudo, os cientistas não são cabeças de vento, e fazem um alerta aos mais soltinhos. "Obviamente, a proximidade de outros passageiros (na hora do pum) pode causar conflitos e estigmatizar o indivíduo flatulante", diz o artigo, publicado em um jornal médico da Nova Zelândia com o título de "Flatulência em aviões: não se reprima" (tradução livre do original em inglês, "Flatulence On Airplanes: Just Let It Go"). 

Quando a gente acha que fé demais não cheira bem, vem a ciência e lasca tudo!

Tabloide