Topo

Gato 'possuído' mantém donas reféns nos EUA; policiais negociaram libertação

O gato Cuppy manteve as donas reféns por horas durante um
O gato Cuppy manteve as donas reféns por horas durante um ''dia de fúria'' Imagem: Reprodução/KGTV

Do UOL, em São Paulo

15/08/2014 16h11Atualizada em 16/08/2014 14h17

Um gato em crise de fúria --praticamente "possuído"-- manteve suas donas reféns por horas dentro de um quarto na casa da família em Chula Vista, Califórnia (EUA). Elas armaram uma barricada no recinto e chamaram a polícia para serem resgatadas.

Por volta das 4h, horário local, o serviço de emergência (o famoso “911”) recebeu a chamada de mãe e filha, que não tiveram os nomes divulgados, aterrorizadas com a agressividade do gato, que é da família há 14 anos. Enfurecido, Cuppy atacava as duas todas as vezes que tentavam sair do quarto.

Uma vizinha, Karen Yarger, ficou do lado de fora da casa, munida de uma vassoura caso o felino transtornado viesse em sua direção. “Ele simplesmente é uma bola de fúria”, disse ao canal “KGTV”.

Os policiais conseguiram “negociar” com Cuppy, que foi persuadido a sair da casa: os homens ficaram chamando por seu nome, até o bichano atender e ir ao quintal. 

Segundo a “Reuters”, esse tipo de chamado em Chula Vista em geral é atendido por oficiais do Departamento de Controle Animal. Mas, como os policiais estavam livres, foram ajudar na ocorrência. Mãe e filha passam bem após o trauma; não se sabe o que levou o gato a ficar tão transtornado. (Com Reuters e KGTV)

Caso semelhante

Bruce e Eileen Gough, de 70 anos, tiveram suas vidas transformadas em um inferno em Chartham, Kent (Reino Unido), quando um gatinho endiabrado invadiu a casa deles por dois dias, instaurando um verdadeiro caos.

O felino destruiu antiguidades, fez cocô em todo o andar onde ficam os quartos e mordeu o senhor Bruce, que precisou tomar vacina.

O engenheiro aeroespacial aposentado contou a um portal local que viu o gato parado no vão da porta. "Ele deve ter entrado pela janela do quarto", contou.

Mais Tabloide