Ela quis 'trollar' a amante do marido, mas prejudicou um aeroporto inteiro

Em Grenoble (França)

  • Marcela Barsse/Getty Images

A justiça francesa condenou uma mulher a seis meses de prisão por ter lançado um falso alerta de bomba no aeroporto de Genebra para impedir que a amante de seu marido saísse de férias, informou nesta sexta-feira (29) a procuradoria de Annecy.

Esta mulher, de 41 anos, mãe de quatro filhos e residente em Annecy, deu um alerta de bomba na noite de terça-feira. "Queria impedir que a amante de seu marido viajasse de férias", explicou à AFP o procurador de Annecy, Éric Maillaud.

O magistrado destacou que, depois do alerta, foi colocado em andamento "um enorme dispositivo de segurança" com um "gasto colossal": evacuação de um terminal sob rígidos controles de segurança, filtro de 13 mil passageiros, contratação de 20 vigilantes adicionais, atrasos dos aviões.

"Temos um caso de uma mulher ferida, casada há 22 anos, que falou de uma bomba apenas por desespero", alegou sua advogada Tiphaine Barone, citada pela imprensa local. A advogada disse que sua cliente lamenta os fatos.

Autoridades reforçam segurança no aeroporto de Genebra

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos