Topo

Delegacia na Flórida pede para as pessoas não atirarem no furacão Irma

Alexandre Campbell/Folhapress
Imagem: Alexandre Campbell/Folhapress

Colaboração para o UOL

10/09/2017 14h14

As autoridades da Flórida, nos Estados Unidos, emitiram um aviso curioso sobre o furacão Irma, que já fez vítimas fatais ao passar pelo Estado: atirar contra a tempestade não vai te deixar mais seguro.

Tudo começou quando dois homens criaram um evento no Facebook convidando pessoas para disparar contra o furacão. Na página, os autores afirmam que o fenômeno é "patético" e pedem que os interessados em participar "mostrem ao Irma que eles atiram primeiro".

O convite, presumivelmente uma piada, de repente ganhou 80 mil adeptos, que indicaram que estavam "indo" ou “interessados" em ir ao evento. 

Com isso, o escritório do xerife do condado de Pasco precisou pedir: "Não atire contra a Irma. Você não fará ele mudar a direção e isso terá efeitos colaterais muito perigosos"

Em um tuíte no início deste domingo (10), o escritório do xerife do condado de Pasco pediu às milhares de pessoas que haviam compartilhado a página para também compartilharem seu pedido por voluntários para os abrigos de furacões.