PUBLICIDADE
Topo

Inglês vira "mãmãe adotiva" de duas corujinhas

Além de extremamente fofas, corujinhas também sabem fazer pose para a câmera - Reprodução/Daily Mail
Além de extremamente fofas, corujinhas também sabem fazer pose para a câmera Imagem: Reprodução/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

20/03/2012 11h30

Você mora em uma quitinete minúscula, onde não cabem duas pessoas, e mesmo assim ainda quer um bichinho de estimação? Faça como o inglês Jimmy Robinson.

Não, ele não é dono de um yorkshire ou um poodle. Na verdade, ele até tem um cãozinho, mas os animaizinhos em questão são duas corujinhas fofíssimas.

As aves, batizadas de Linford e Christie, têm seis meses de idade, são órfãs e foram adotados por Robinson, que trabalha em um parque de animais, em Wiltshire, na Inglaterra.

As corujas voam livremente por seu apartamento e costumam se esconder em lugares estranhos como xícaras, estante de livros e na casinha do cachorro.

“Eu passo tanto tempo com eles, que já virei a mãe das corujas. Elas me seguem pela casa e se sentam no meu ombro”, contou Robinson ao jornal Daily Mail.

As corujas, inclusive, vão trabalhar junto com sua “mamãe” humana. Quando estão com fome, Robinson faz questão de servir ratos e pedaços de frango.

Quando estiverem maiores, as corujas serão levadas ao parque onde viverão com outras aves, como águias e falcões.

Tabloide