Sueca cria engenhocas para ajudar a acordar, escovar os dentes e passar batom

Debora Komukai

Do UOL, em São Paulo

Nada é muito fácil pela manhã. A tortura começa em acordar e escovar os dentes, passando pelo preparo do café da manhã. Mas você já imaginou se tivéssemos invenções que nos ajudassem com as tarefas do dia a dia? Esse é o mote da sueca Simone Giertz, 22, criadora de invenções pra lá de inusitadas.

Uma delas é a Wake-up Machine (Máquina de Acordar) que consiste em uma engenhoca que, plugada ao despertador, começa a estapear o cidadão na cabeça assim que o relógio toca. Sem mais atrasos, meus amigos.

A inspiração, segundo ela, vem do desenho animado, mais especificamente no episódio em que o despertador do Pato Donald retira a coberta de cima do personagem e começa a chicoteá-lo até ele levantar

Reprodução/Youtube/Simone Giertz

"Isso faz parte de uma série de projetos que construí para me ajudar durante minha rotina", contou Giertz ao UOL. A jovem cientista explica que demorou cerca de dois dias para construir a Wake-up Machine.

A BreakfastMachine e a Toothbrush Machine fazem parte do projeto para "automatizar a rotina matutina" de Simone. A primeira invenção surgiu após Simone perceber que muitas vezes pulava o café da manhã, pois tinha preguiça de fazê-lo e preferia dormir uns minutos a mais, mas ela sabia que isso fazia mal e aceitou o desafio.

Giertz conta que essa foi uma das invenções mais difíceis, uma vez que a jovem teve que aprender a programar o braço do robô com um código complexo, e como você pode ver no vídeo, não funciona lá com muita perfeição. A segunda é um capacete que facilita a escovação de dentes.

Reprodução/Youtube/Simone Giertz

A jovem engenhosa também criou uma máquina com duas facas acopladas para cortar legumes e vegetais automaticamente (a Chopping Machine), além de um braço mecânico que te ajuda a passar batom, mas ok, deixa pra lá porque o resultado final não foi lá essas coisas.

A garota tem uma página na internet com tutorais explicando como ela monta seus projetos. "Comecei a construir invenções faz dois anos. Percebi que o melhor jeito de aprender era construindo várias coisas, então apenas continuei praticando. Às vezes, as pessoas me perguntam: 'por que isso?', e eu respondo: 'por que não?'. Não importa, prefiro gastar meu tempo construindo coisas do que fuçando a vida no Facebook", explicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos