Lá na China, loja permite que clientes tirem um cochilo nas camas à venda

Do UOL, em São Paulo

  • Gilles Sabrie/The New York Times

    Duas mulheres tiram uma soneca em um sofá que está à venda na Ikea, em Pequim

    Duas mulheres tiram uma soneca em um sofá que está à venda na Ikea, em Pequim

Ao passear por dezenas de mesas, camas, armários de cozinha e pratos de sobremesa você fica muito cansado, certamente. Mas nas lojas da Ikea, na China, uma grande rede sueca de lojas de móveis e decoração, você pode ficar à vontade para deitar sobre um edredom fofinho ou em uma cama daquelas de novela que esteja em exposição.

Nas 21 lojas da Ikea em toda a China, os clientes (e aqueles que simplesmente estiverem à procura de um lugar climatizado para descansar) não têm dúvidas sobre sentir-se confortável nos móveis à venda. A multidão ou um estranho já dormindo na mesma cama não é impedimento para os chineses tirarem uma boa soneca.

Gilles Sabrie/The New York Times
A capacidade chinesa de dormir onde quer que seja é um passatempo nacional. Os cidadãos podem ser encontrados cochilando, às vezes em contorções bizarras, em supermercados, em parques, na garupa de de motos, sob veículos estacionados e em camas que estejam em exibição na Ikea.

Enquanto cochilar é proibido nas lojas da Ikea ao redor do mundo, a varejista sueca há muito tempo permite que os clientes chineses cochilem.

No ano passado, a mídia estatal chinesa informou que a empresa estava planejando reprimir o "comportamento rude" de alguns dorminhocos que tinham tirado os sapatos ou se aconchegado embaixo das cobertas. Mas isso não foi pra frente, talvez porque a loja acredite que uma nação de 1 bilhão de consumidores que dorme em suas lojas um dia vai decidir levar essas móveis para casa. (Com NYT)

Gilles Sabrie/The New York Times
Gilles Sabrie/The New York Times

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Outras notícias peculiares

UOL Cursos Online

Todos os cursos