Idoso fofo aprende tricô para fazer gorrinhos para recém-nascidos

Do UOL, em São Paulo

  • CBS Interactive Inc

Nunca é tarde para se aprender algo. Ok, eu sei que isso é um clichê, mas, não deixa se ser verdade. Olhe para o caso de Ed Moseley. Ele tem 86 anos, vive em uma residência para idosos e ainda sofre de câncer.

Mesmo assim, quando funcionários da Dogwood Forest Assisted Living, a casa onde ele vive na Geórgia (EUA), pediram voluntários para tricotar gorrinhos para recém-nascidos, Moseley foi um dos primeiros a se prontificar ao trabalho.

O detalhe é que o idoso não manjava nada de tricô e teve de aprender tudo. Para isso, contou com a ajuda de sua filha que comprou um agulhas, lã e um livro com instruções.

Moseley, que é engenheiro, aprendeu rapidamente e tratou de fazer os gorrinhos. No começo, ele demorava três horas para terminar uma peça. Agora, ele demora a metade do tempo.

"Consigo ver TV e tricolar ao mesmo tempo", afirmou ao site Inside Edition.

Moseley e os demais moradores da casa já tricotaram 300 gorrinhos que serão entregues a um hospital local. O idoso disse que vai continuar a tricotar mais. Ele pretende doar 30 peças por mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos