Está faltando tinta de cabelo em Porto Rico, e a culpa é dos torcedores

Do UOL, em São Paulo

  • AFP

As lojas de Porto Rico estão enfrentando falta de tinta para cabelo. Isso porque uma onde de cabelos loiros tomou conta do país, principalmente entre os homens.

Eles estão seguindo a moda dos jogadores de beisebol da seleção local.

Porto Rico foi a sensação do Mundial de Beisebol que acabou na quarta-feira (22) e terminou a competição em segundo lugar, perdendo a final para os Estados Unidos. Conforme foram avançando no campeonato, os jogadores começaram a descolorir os cabelos, as barbas e onde mais podiam.

"Desde que começaram a ganhar, isso não parou", disse Myrna Rios, gerente de uma loja da Sally Beauty Supply em San Juan, à Associated Press. "Nós ficamos sem o produto [tinta loira] na maioria de nossas lojas."

Nas redes sociais, os porto-riquenhos usaram a hashtag #TeamRubio (time loiro, em português) para postar fotos com os cabelos loiros em apoio à seleção.

"Queríamos fazer isso [pintar os cabeços] para unir a equipe e, em seguida, o povo de Porto Rico começou a pintar os cabelos também", disse o lançador Edwin Diaz ao AP. "Eu vi que havia alguns alunos que foram suspensos da escola por isso. Acho que eles não deveriam fazer isso, porque [o cabelo loiro] significa apenas que unimos nossa nação".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos