PUBLICIDADE
Topo

Tabloide

Depois de 33 tentativas, 14 instrutores e 25 anos, britânico finalmente passa em teste de direção

O britânico Christian Whiteley-Mason, de Barnsley - Facebook/Reprodução
O britânico Christian Whiteley-Mason, de Barnsley Imagem: Facebook/Reprodução

Do UOL, em São Paulo

27/03/2017 14h30

Esta é uma história de perseverança e força de vontade em nome de uma... carteira de habilitação. O britânico Christian Whiteley-Mason passou por 14 instrutores diferentes, prestou 33 exames e levou 25 anos para, enfim, se tornar um motorista. Nesse período, o sujeito gastou mais de R$ 39 mil. 

Mason, 42, mora em Barnsley e tentou tirar sua carteira de motorista pela primeira vez em 1992. De lá para cá, ele não parou mais de tentar. Aliás, por mais que tivesse perseverança, ninguém mais acreditava que ele iria conseguir dirigir um carro um dia.

"Fiz 56 aulas com meu primeiro instrutor e ele, certo dia, me disse para desistir pois nunca iria conseguir passar no teste", contou ao jornal "Daily Mirror".

Christian Whiteley-Mason comemora sua aprovação no teste de direção: "Tão feliz" - Facebook/Reprodução - Facebook/Reprodução
Christian Whiteley-Mason (esq) comemora sua aprovação no teste de direção: "Tão feliz"
Imagem: Facebook/Reprodução

Em 2003, depois de ter falhado por 32 vezes, Mason admitiu a derrota e desistiu do sonho de dirigir um carro. Mas, depois que completou 40 anos, resolveu tentar novamente. Mesmo assim, fez apenas algumas aulas, mas não tentou o teste.

No entanto, Mason começou a ser requisitado para viajar a trabalho e, para isso, precisaria dirigir.

"Eu usava táxis ou caronas de outras pessoas. Isso estava me custando uma fortuna. Por isso, em Janeiro decidi que tentaria de novo", afirmou.

Mason rezou para não pegar o examinador que sempre o reprovava. Por sorte, outra pessoa o avaliou. Ele cometeu três erros pequenos, mas conseguiu a carta.

"Estou tão orgulhoso de mim mesma. Para ser honesto, minha vida mudou. Senti que tinha conseguido conquistar tudo que queria. Isso era a última coisa que faltava", disse.

Percy comprou um carro usado e já está na rua. O único detalhe é que ele só vai poder dirigir carros automáticos, já que seu exame foi feito com um veículo automático, algo que não existe no Brasil.

Tabloide