PUBLICIDADE
Topo

Cachorro "pega voo errado" e vai parar a mais de 1.900 km de seu destino

Terri Pittman e o labradoodle Cooper - Facebook/ Terri Pittman
Terri Pittman e o labradoodle Cooper Imagem: Facebook/ Terri Pittman

Do UOL, em São Paulo

25/04/2017 13h47

Um cachorrinho foi parar mais de 1900 km distante de seu destino original quando funcionários de uma companhia aérea o colocaram em um voo errado. O filhotinho de labradoodle Cooper saiu do aeroporto de Halifax, no Canadá, com destino à Deer Lake, também no Canadá, onde parentes de sua dona, Terri Pittman, iriam cuidar dele. Isso porque, ela estava viajando no mesmo dia para a Jamaica, onde iria participar de um casamento.

No entanto, os funcionários da WestJet acabaram colocando o Cooper em um voo que foi para Hamilton, a mais de 1900 km de seu destino original. A situação ficou ainda pior quando o cãozinho escapou da coleira quando foi "se aliviar" após o pouso.

Pittman cancelou sua viagem e foi até Hamilton para procurar seu cachorrinho. Por sorte, ela o encontrou depois de uma grande busca.

A companhia aérea pediu desculpas pelo ocorrido e afirmou que vai bancar todos os gastos que Pittman teve por conta do problema, incluindo passagens aéreas, refeições e hotéis.

"A segurança e o cuidado dos animais de estimação, tanto quando estão viajando como carga ou quando estão na cabine, é sempre uma prioridade para a WestJet, e sinceramente pedimos desculpas ao proprietário do animal de estimação pelo ocorrido", afirmou a porta-voz da companhia aérea, Lauren Stewart.

Tabloide