Missionário americano dado como morto está vivo e morando na África

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução de TV/WCCO

    O missionário Jerry Krause desapareceu há quatro anos

    O missionário Jerry Krause desapareceu há quatro anos

Um americano dado como morto em 2013 está, na verdade, vivo e morando na África. Jerry Krause desapareceu há quatro anos quando voava pela costa oeste do continente africano.

O americano trabalhava como piloto de um grupo de missionários na África desde 1989, onde ele criou seus três filhos, ao lado da mulher, Gina.

No dia 7 de abril de 2013, Krause viajava da África do Sul para Mali quando o avião sumiu. A última comunicação foi feita na ilha de São Tomé, onde parou para reabastecer a aeronave.

Muitas buscas foram feitas, na época, mas nada foi encontrado. Por isso, dois meses depois, a South African Civil Aviation Authority - o equivalente à Anac da África do Sul - declarou que o avião sofreu um acidente e que Krause estava morto.

No entanto, recentemente, o governo sul-africano removeu o americano da sua lista de mortos após ter evidências de que ele está vivo. Além disso, as autoridades locais disseram que o governo americano sabe bem o paradeiro de Krause.

Por conta dessa reviravolta, a família do piloto está buscando meios de descobrir onde está Krause. Segundo eles, fontes do Pentágono disseram que basta uma aprovação presidencial para que toda a verdade venha à tona.

"Estamos prontos e cansados. Já se passou muito tempo", disse Jessica, filha mais nova de Krause, ao canal de TV WCCO.

Segundo ela, nenhum grupo reivindicou responsabilidade pelo sequestro do piloto. Além disso, eles não sabem em que tipo de condição Krause está.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos