Topo

Caso Marielle


Marielle: suspeitos deixam DH para audiência sobre posse ilegal de armas

Luis Kawaguti/UOL
14.mar.2019 - Acusados de matar Marielle Franco deixaram a DH para audiência de custódia Imagem: Luis Kawaguti/UOL

Luis Kawaguti

Do UOL, no Rio

2019-03-14T12:11:21

14/03/2019 12h11

Os dois suspeitos dos assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista Anderson Gomes foram levados para uma audiência de custódia no complexo penitenciário de Benfica, na zona norte do Rio, na manhã de hoje.

O policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Queirós estavam presos na Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca. Eles deixaram o local ao meio-dia. O comboio de viaturas policiais deixou a unidade policial sob forte esquema de segurança --os acusados chegaram a cobrir o rosto com camisetas. Cada um embarcou em um carro policial.

Eles serão ouvidos por um juiz por terem sido indiciados em flagrante por posse ilegal de armas. A polícia encontrou peças que seriam usadas na montagem de 117 fuzis em um endereço ligado a Lessa e duas pistolas em situação irregular na casa de Queirós.

As armas foram encontradas durante ações de uma operação da Polícia Civil que culminou com a prisão dos dois acusados na última terça-feira (12). Eles estão em prisão preventiva sob a acusação de serem os assassinos da vereadora e seu motorista.

Os advogados de defesa dos dois afirmaram que eles são inocentes tanto da acusação dos assassinatos como da posse de armas.

Só depois de passarem pela audiência de custódia sobre as armas, os dois devem começar a ser interrogados pelo caso Marielle.

Quem mandou matar Marielle? E mais perguntas sem respostas

UOL Notícias

Mais Caso Marielle